segunda-feira, 13 de julho de 2020

Torcendo as notícias

Helena Matos

PÚBLICO: «Núñez Feijóo mostra a Casado como se derrota o Vox com moderação. Presidente da Xunta da Galiza alcança a quarta maioria absoluta para o PP. BNG inverte tendência de queda e aglutina o voto da esquerda nacionalista. »

O VOX NÃO FOI DERROTADO: TEVE UM CRESCIMENTO DE VOTOS NAS ELEIÇÕES DE GALEGAS NA ORDEM DOS +2,03% (–%). PODE CONCLUIR-SE SIM QUE UM PP FORTE CONTÉM O CRESCIMENTO DO VOX, MAS NOTE-SE QUE TAMBÉM DOS CIUDADANOS QUE NESTAS ELEIÇÕES PERDERAM 2,63% DO SEU ELEITORADO GALEGO. MAS O MAIS IMPORTANTE NESTAS ELEIÇÕES É AQUILO QUE O PUBLICO NÃO DESTACA E MASTIGA SOB A FRASE CRÍPTICA «BNG inverte tendência de queda e aglutina o voto da esquerda nacionalista»O PODEMOS PERDEU 18,85% DOS SEUS VOTOS. OU SEJA, PASSOU DE 14 DEPUTADOS PARA ZERO. 


DN: O Bloco Nacionalista Galego (BNG) fez mais uma prova de vida, subindo de seis para 19 mandatos, o que permitiu ultrapassar os socialistas do PSOE, que elegeram apenas 14, abaixo das expectativas criadas pelas sondagens. A coligação Galícia en Común-Anova Mareas (que integra a Unidas Podemos), os extremistas do Vox e o Ciudadanos ficaram de fora do parlamento galego. No País Basco, a noite foi de vitória para o PNV, que reforçou a vantagem, elegendo 31 deputados, mas não atingiu a maioria absoluta. ‘Lendakari’ (presidente do Governo regional basco) desde 2012, Iñigo Urkullu vai precisar de fazer nova aliança de governo com os socialistas bascos, que conseguiram 10 mandatos. Os nacionalistas EH Bildu foram a surpresa da noite, com 22 mandatos.

QUAIS OS CRITÉRIOS PARA DEFINIR O VOX COMO EXTREMISTA? SOBRETUDO QUANDO O EH Bildu VAI SOB O NEUTRAL “OS NACIONALISTAS”. O EH Bildu CONTA ENTRE OS SEUS DEPUTADOS COM VÁRIOS QUE SEMPRE FUNCIONARAM COMO FACHADA DA ETA E TRÊS DOS ACTUAIS DEPUTADOS DO EH Bildu, Arkaitz Rodríguez Torres, Iker Casanova Alonso E Ikoitz Arrese Otegi CUMPRIRAM PENAS DE PRISÃO PELA SUA LIGAÇÃO AO MOVIMENTO TERRORISTA ETA. MAS O VOX É QUE É EXTREMISTA! A EXTREMA-DIREITA TORNOU-SE NUMA MULETA DO ACTUAL JORNALISMO.
Título e Texto: Helena Matos, Blasfémias, 13-07-2020

Não sei qual o mais servil, se o Público ou o Diário de Notícias...
O primeiro revela o seu desejo, afirma que Trump está isolado. Ok!

E para "noticiar" a vitória do candidato conservador na Polônia, escreve – será que copiou da TIME na capa que "noticiou" a vitória de Trump? – que o país está "dividido". Ora, porra!, se o país estivesse "unido" não haveria necessidade de eleições, sonho dessa gente que panfleta nesses (e outros) jornais, aqui e além-mar.

São uns hipócritas e desonestos insuportáveis: eleições, só são agregadoras, lindas e maravilhosas, quando um esquerdista ou um inútil as vence.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-