quinta-feira, 9 de junho de 2016

Olha o que achei!

E com direito a um regalo.


Encontrei-a na Drogaria São Domingos, pertinho da Ginginha “Espinheira”… 
Só falta (re)encontrar a “Nau”…

4 comentários:

  1. O fixador não existe... ainda não faz quatro horas que molhei o corpo com o líquido que está dentro desse frasco... nem resquício!

    Pior do que uma colônia pós-banho, tipo a lavanda da Puig, cujo aroma permanece, no corpo, até o dia seguinte...

    ResponderExcluir
  2. Jim, muito legal! Comprávamos na Mercearia do Jayme em Lisboa em meados de 75, era cobiçadíssimo.
    Entre outras coisas na Mercearia do Jayme, comprávamos Bacalhau, e ele, Jayme nos oferecia uma garrafa de vinho do Porto, que bebíamos ali enquanto comprávamos Herbíssimo. Que Saudades!!!
    Heitor Volkart

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heitor,
      Não conheci essa mercearia do Jayme.
      Lembra-se de onde ficava?

      Excluir
    2. Jim, não lembro o nome da Rua, tantos anos, mas lembro que era próximo ao Hotel Roma. Frequentávamos lá também quando ficávamos no Penta, recém-inaugurado, quem me apresentou o Jayme foi Zimmerman, o pessoal da Antiga ia muito lá, era muito bom.
      Um Abraço,
      Heitor Volkart

      Excluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-