segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

[Viagens, Produtos e Serviços] Submarino: fuja dele

Em novembro, dia 26, comprei uma passagem aérea no site ‘Submarino’.

Passou dezembro, nada de receber o código da reserva da companhia aérea. Hummm…

Passou janeiro, nada! Entretanto, eu já paguei essa passagem lançada no meu cartão de crédito.

Final de janeiro, envio o primeiro e-mail. Resposta educada, que iriam providenciar.

Pedem a cópia do meu passaporte para corrigir o nome do passageiro. (Moi même).

E eis que, finalmente, me comunicam que a companhia reacomodou o voo, etc…
Ops! Reacomodação?! What the fuck is that? I never heard about that!!  

Para não ‘perder’ a reserva de hotel e outros agendamentos fui ao site ‘e-Dreams’ e COMPREI a passagem, para o dia e voo REACOMODADO.

Pedi reembolso.

A princípio, pediram 120 dias.

Em uma segunda mensagem “que eu providenciasse junto à administradora do cartão de crédito o ‘cancelamento da cobrança’”. Como assim? O cartão já cobrou, já recebeu o valor e, muito provavelmente, já o repassou para o Submarino!

Para resumir: pedi à minha amiga que falasse com o advogado dela.

Anteriores: 

4 comentários:

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-