sexta-feira, 18 de agosto de 2017

“Graziella foi crucificada injustamente pelos ativos”

Pintura ‘Fado da crucificada’, José Maria Oliveira

REPASSANDO CONFORME RECEBIDO

Em 5 de agosto de 2017 22:58, Consuelo Maria Troncoso Di Marco escreveu:

Boa noite João Carlos Klein, depois que a Varig faliu fiz Direito, pois tinha a necessidade de saber o que havia acontecido.

Na época a Grazziela foi crucificada injustamente pelos ativos que sem entender de lei principalmente de uma lei nova que começou com à Varig à lei 11101 de 2005, lei de Recuperação e Falências que substitui a antiga lei de Concordatas, a Grazziela votou a favor o que garantiu à Varig a Recuperação Judicial com isso, direitos trabalhistas até 150 salários mínimos e o Aerus que tem garantia real no recebimento.

Os ativos clamam pelos direitos previdenciários, eles precisam ter a ciência que os primeiros a receber são os aposentados e quem pode ajudar a eles é a Grazziela através de negociação (acordo) da ação civil pública. E que a Varig não é dona da Defasagem Tarifária, pois esta está subjudice, ou seja, em poder da justiça, para garantir aos credores receberem na sequência da lei 11101 de 2005.

Esperando que os ativos compreendam e não caiam em erro.
Comissária aposentada Aerus, atual advogada Consuelo Maria Troncoso de Albuquerque Sá OAB-RJ 213506.

~~~~~~~

De: João Carlos Klein [mailto:jokaklein@gmail.com]
Enviada em: domingo, 6 de agosto de 2017 12:54
Assunto: Re: Por favor encaminhe esse e-mail a Grazziela

Prezada Consuelo.
Concordo com tudo que escreveste e te parabenizo pelo curso de direito... e desde já peço que aceites o repasse de tua mensagem. És mais um apoio que o nosso grupo do Aerus tem, na busca daquilo que é o certo e de direito de todos nós. Já estamos vendo e lendo inúmeras aberrações publicadas, típicas de quem não conhece de leis ou mesmo buscam desconhecê-las em benefício próprio, muito comum em países como o nosso...

A mídia tem lá os seus interesses em fornecer notícias sejam lá quais forem, mesmo sem conhecimento de causa, o único intuito, é vender jornais... Hoje não há o interesse de vender jornais, somente, mas há também o interesse de estar em evidência nas pesquisas e na internet.

Os governos não têm o menor interesse pelo país e seu povo, o único interesse é se perpetuar no poder e manter as coisas como estão, onde as vantagens pessoais vêm em primeiro lugar. A União tem órgãos e leis criadas para sua própria proteção e usa de recursos nem sempre dignos para prejudicar e fazer valer, o que alguns de seus membros acham que é o correto, mas que está longe de ser justo. Para tanto é necessário que este país seja passado a limpo, que políticos e algumas autoridades não estejam acima da LEI, e que os direitos dos cidadãos sejam respeitados.

Uma vez já disse: que somos "súditos" de um reino que não nos dá o direito de vermos nossas demandas, sejam jurídicas ou administrativas virem a nos ser favoráveis (sempre há recursos intermináveis atrapalhando), e que servimos só para exercer "o direito" de votar, naqueles, que na maioria da vezes não têm o direito nem a honra de nos representar...

Voltando ao nosso assunto: Ação/Tutela/Acordo o que realmente nos interessa...Sabemos que irão aparecer as mais estapafúrdias reivindicações de grupos ou pessoas que irão tentar descaracterizar nossos direitos ou mesmo indevidamente se autonomearem os negociadores tanto dos beneficiários/pensionistas ativos do Aerus e trabalhadores da Varig, aliás já estão se declarando. Também sabemos que não será fácil, sabemos que todos tentarão tirar vantagens, mesmo indevidas desta situação, ou mesmo levar os méritos. A união de todos em torno da causa (o benefício de todos) é quase que impossível...

Concordo que um "acordo que englobe todas as ações deve ser encabeçado por quem sempre cuidou e bem de nossos interesses... Seria mais fácil e objetivo que todos se unissem em torno do bem comum, mas como isto não é possível... deixemos que os escritórios de advocacia das respectivas ações nos representem...

Concordo que se atitudes não tivessem sido tomadas anos atrás pela Graziella nada disso estaria acontecendo...Temos trunfos para uma eficaz negociação de acordo, que vá resolver de uma vez por todas nossas dificuldades. Mas para isso devemos eleger as pessoas de direito e imbuídas em nos representar condignamente como vêm fazendo até agora e que os outros unidos respaldem os atos e atitudes para este fim.
João Carlos Klein

~~~~~~

---------- Mensagem encaminhada ----------
De: João Carlos Klein
Data: 15 de agosto de 2017 10:59
Assunto: Fwd: Sra. Graziella Baggio / Varig / Aerus.

Obrigado pelo repasse da resposta da Sra. Graziella... Acho interessante que todos fiquem atentos e não sacrifiquem quem até hoje algo por nós fez... E ainda está fazendo, pois é quem sabe, é quem conhece Resposta é fácil: o saudoso Dr. Castagna Maia e o seu escritório e quem coordenou as ações de apoio político, confinamentos, etc, etc, a Graziella Abraço a todos.
Vale a pena inteirar-se dos fatos verdadeiros.~

~~~~~~~~

---------- Mensagem encaminhada ----------
De: Airton Sayago - LTS Viagens
Data: 14 de agosto de 2017 09:46
Assunto: Sra. Graziella Baggio / Varig / Aerus.

Prezada Leila
Bom dia

Favor divulgar para todos a resposta da Sra. Graziella Baggio.
Obrigado
Airton

~~~~~~

De: Graziella Baggio
Data: 11 de agosto de 2017 20:53:21 BRT
Para: Airton Sayago - LTS Viagens
Assunto: Por favor encaminhe esse e-mail a Grazziela

Prezado, bom dia!!!! 

Muito me orgulha em saber que após tantos anos, aqueles que estudam e analisam a legislação pertinente e que avaliam o Case Varig, consigam analisar que nada fizemos de errado, no momento mais crítico da recuperação judicial principalmente por se tratar de uma aeronauta formada em direito.

Sempre tivemos claro que o importante seria salvar a Varig e os empregos, fizemos tudo que estava ao nosso alcance. Inclusive dialogando com à Presidência da República em diversas oportunidades e que na ocasião ofereceu por duas vezes em diferentes momentos as condições políticas para a Varig ultrapassar a crise.

Mas forças da FRB e de grupos internos impediram uma solução.
E lamentavelmente chegamos onde chegamos.

A votação em assembleia foi justamente o que a Dra. Consuelo manifestou. Mas alguns ativos e grupos específicos resolveram se defender em posições contrarias ao Sna é demais sindicatos diante da influência que exerciam na FRB é sobre alguns grupos com propostas mirabolantes e mentirosas.

Na altura, a única saída foi defender o que está na lei. E foi o que fizemos.
Quem acompanhou os desdobramentos jurídicos do processo sabe e tem provas que jamais teríamos como influenciar no resultado final.

Minha família ainda sofre muito pq recebeu ameaças e assistiu na internet coisas que passei diante de centenas de Aeronautas e Aeroviários nas assembleias da recuperação judicial, além inclusive de ter me causado seríssimos problemas pessoais. 

Do que adiantou????!!!!! Fico feliz que após tantos anos alguns começam a entender um pouco, outros sequer se esforçam para entender e continuam até hoje me incriminando, não só ativos, mas também aposentados que nunca participaram, mas na internet são craques ofender e criar intrigas. 

Só mesmo quem esteve envolvido nas comissões dos Estados, ou quem estudou ou estuda direito e têm noção do que é o judiciário sabe e consegue enxergar o quanto realmente trabalhamos para chegar no resultado atual. Os parlamentares nos ajudaram muito e reconhecem o sacrifício de um grupo de idosos em nome de justiça.

Espero que em breve tenhamos uma solução definitiva para todos que é o que perseguimos desde o início. Para isso que estamos trabalhando, somos sabedores que muitos interesses e iniciativas por pessoas inescrupulosas virão à tona somente agora (????) Então rogo a todos que estejam alertas. E vamos trabalhar para um bom resultado. Bom final de semana a todos. ABS fraternais
Graziella Baggio

Relacionados:

14 comentários:

  1. NÃO VOU ME ESTENDER MUITO.
    DOM QUIXOTE E SANCHO PANÇA.

    ResponderExcluir
  2. Um esclarecimento por favor, esta senhora ,Maria Troncoso é a mesma que consta foto ao lado direito?
    Se for, há flagrante incoerência .
    Enquanto na entrevista chama de "crueldade" , a recuperação judicial ,nos emails homenageia quem votou para que isto acontecesse.
    Além do fato que tanto numa quanto na outra a pessoa parece ter carência de informações sobre os fatos.
    Isto se or a mesma pessoa!
    Paizote

    ResponderExcluir
  3. Em tempo:
    Discordando de parte do acima exposto , manifesto que ao meu entendimento (e como sempre afirmei!) , o Aerus é o único representante dos assistidos credenciado na ação de defasagem tarifária .
    E repasso que Aerus (novamente)está se fazendo presente no processo.
    Bom de saber!
    17/08/2017 Juntada a petição nº 45154/2017.45154/2017

    16/08/2017 Petição 45154/2017 - 16/08/2017 - INSTITUTO AERUS DE SEGURIDADE SOCIAL - EM LIQUIDAÇÃO EXTRAJUDICIAL - Presta informações e indica nome para intimações/publicações/notificações.
    Paizote

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ás vezes LITIGO com Paizote, mas nesse ponto em que diversas frentes querem adonar-se do nosso DINHEIRO, acho que o AERUS e seu interventor as únicas fontes confiáveis. Há anos externo a minha intenção de que o governo fique com o dinheiro e nos pague as pensões e os atrasados.
      Somente assim estaremos garantidos.
      Vai que caia nas mãos de outros de novo.
      FUI...

      Excluir
  4. Então Rochinha, este é o Acordo!!! Termos nossa Tutela definitiva e os Atrasados pagos!!!
    Paizote Vc é "fera"!!! Estás certíssimo! Sempre nos informando o que realmente está acontecendo.
    Eu não devo nada a esta Petista da Fentac!!! É... sim ao Castanha Maia, sim ao Judiciário desde Exmo. Dr Jamil ao Exmo. Desembargador Dr Daniel!! E aos Adv Wald Associados, pela Tarifária! O SNA, na época sim, mas isto não lhe pertence mais Mensageira!
    Esta "enrolação" do Paim e da Mensageira lá no Salão Verde, com os políticos Corruptos, sim inclusive o que cedeu o Salão Verde, Presidente da Câmara, na época, foi uma protelação clara, pelo Governo que lá estava. Sinto pelos meus Caros Colegas que lá passaram noites e noites no chão, como heróis, mas todos iludidos pelo PT-CUT-FENTAC.... é isto , e ainda estas Comissões continuam dando respaldo à Fentac.
    Acordem!!!! esta é a minha verdade! Cada um tem a sua!!!
    Heitor Volkart

    ResponderExcluir
  5. Aerus é meu tema preferido, por razões obvias.
    Volta e meia introduzo (?) na conversa, se mais não for que seja para apascentar nossa ansiedade.
    O governo, não tem nenhum interesse em discutir este assunto, defasagem tarifária, isto é evidente.
    Dinheiro existe!
    Basta ver as medidas recentes de dispêndio não obrigatório (para não citar outras), da devolução do fundo de garantia inativo, e agora, do anuncio do pagamento do PIS/PASEP, para idosos.
    Um no valor aproximado de 60 bilhões e outro de 16 bilhões.
    Não há dúvidas de que este é um direito do trabalhador.
    Apenas registro que o governo não estava obrigado a pagar agora.
    Tanto é verdade que foi preciso criar uma lei para regular o “adiantamento”.
    Também é verdade que é do interesse do governo colocar mais dinheiro em circulação.
    Não foi caridade, razões econômicas e estratégia populista recomendavam esta medida.
    Então os valores da defasagem tarifária, que são bem menores do que os já distribuídos, poderiam ser dispensados sem agravar a crise econômica.
    Tenho pessoalmente certa reserva, quanto ao liquidante do Aerus, ser uma pessoa jurídica.
    E não vai aqui nenhuma critica ao seu esmero na busca de soluções
    A razão é que assim não pode,dedicar-se “fullTime” ao Aerus,pois tem outros fundos para administrar.
    Enquanto pessoa jurídica é um prestador de serviço ao governo através da Previc ,e que depois de liquidados os atuais, precisara de outros contratos com o governo.
    Portanto a meu ver fica restrito o nível de exigências que o Senhor liquidante (pessoa física) pode fazer. Mesmo nada tendo contra sua conduta,e as pessoas que o conhecem atestam ser ético até os limites possíveis.
    Repito ,Nada há de desabono á pessoa do mesmo , nem da pessoa juridica que representa são questões
    Buscar um acordo ,requer total disponibilidade e compromisso com nossos interesses, mesmo que provocasse certa reserva na área governamental.
    Sem os embaraços do passado em que petistas negociavam com o governo petista ,fazendo com que os interesses do partido/governo prevalecessem, mantendo para manter um cordial relacionamento.
    Penso que já passou da hora de formação de uma equipe multitarefa representativa das diversas correntes , para tratar do assunto.
    Esta equipe poderia assessorar o Aerus , formando junto como mesmo uma frente única coesa. As entidades representativas conhecidas e acreditadas teriam prioridade na formação desta equipe.
    Além de publicar aqui, estarei enviando cópia ao Aerus na esperança de ter um se retorno se possível , publico.
    Pouparia o Sr interventor de desgaste, junto a órgãos governamentais e atenderia os interesses diversos com grande possibilidade de agilização.
    À Previc,estaria cumprindo o papel, de defender os interesses de fundo (em liquidação) através de seu contratado. O Sr Walter parente, Liquidante no Aerus.
    Do contrário, e já falei coisa semelhante há cinco anos passados, muito de nós não receberá a indenização em vida.
    Paizote

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E quem seriam essas "entidades conhecidas e acreditadas?

      Excluir
    2. Para representar e "advogar" junto ao Aerus, temos as associações , movimentos , sindicatos , etc...
      E notem eu disse -junto ao Aerus- ,e de comum acordo com a entidade de previdencia privada , pois junto à justiça e administrador judicial , somente a Previ através da entidade (AERUS) e do empresa liquidante nomeada,representada pelo liquidante.
      Paizote

      Excluir
  6. Mensagem no Facebook, de Alexandre Guerrieri Freyesleben:

    "Pessoal, boa dia! A nossa credibilidade foi a maior conquista frente ao grupo. A nossa intenção é dar informação de fácil entendimento, curta e direta.
    Eu fui convidado pelo Exmo. Dep. Paulo Ramos, Ofício CPI no. 010/2017, para debater na CPI destinada a investigar os desdobramentos da recuperação judicial e da falência da Varig, no dia 29/08/17, às 10:00 hs.. Tema: “Indenização à Varig no processo de defasagem tarifária”. Em que pese, o convite só ter chegado ao meu conhecimento no dia 23/08/17 a noite e eu já ter compromisso agendado, mas com a ajuda do Sindicato Nacional dos Aeronautas, foi possível confirmar o meu comparecimento hoje. O mais interessante é que, apesar de ser um credor trabalhista, eu não sou advogado da antiga Varig ou da causa, não sou advogado do AERUS, não sou representante do AERUS, não faço parte do Ministério Público, não sou Juiz da 1a Vara Empresarial, também não tenho ou tive qualquer participação na gestão da Flex (leia-se Massa Falida) e ainda não fui eleito representante para o Comitê de Credores (nem sei se um dia haverá um, apesar de lutarmos por esse Comitê). Enfim, sinceramente, retirando a participação do Administrador Judicial, a participação dos demais, inclusive a minha, é inócua. Não se decidirá nada em relação a essa questão, nem a CPI tem autonomia para isso. Mas vamos lá, irei, junto com outros advogados credores, de mente aberta para tentar entender o que o Sr. Elnio Borges tem a dizer."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim muito bonito as palavras mas e os ativos que contribuíram vao ficar a ver navios ? E nosso dinheiro

      Excluir
    2. Anônimo29 de agosto de 2017 22:02

      http://www.caoquefuma.com/2017/08/ex-funcionarios-da-varig-e-juristas.html?showComment=1504053243599

      "E me atrevo apensar mais, que uma das estratégias que possivelmente seja usada, seja a de criar uma divisão hipócrita entre ativos e aposentados ensejando nova disputa entre nós."

      paizote

      Excluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-