terça-feira, 8 de agosto de 2017

[Versos de través] Rosário de penas


Carina Bratt

Sem você,
Sou caneta sem tinta,
Porta sem tranca,
Bocal sem lâmpada,
Vaso sem flor,
Carro sem rodas,
Bêbado sem poste,
Cama sem colchão,
Família sem casa,
SOLIDÃO...!

Sem você,
Sou garrafa sem rolha,
Isqueiro sem gás,
Prato sem comida,
Torneira sem água,
Rosto sem lágrima,
Igreja sem padre,
Casa sem chão,
Cabide sem roupas,
DESILUSÃO...!

Sem você,
Sou panela sem tampa,
Quadro sem moldura,
Boca sem dentes,
Cego sem bengala,
Estrada sem caminho,
Vermelho sem a dama,
Olhos sem visão,
Amor sem carinho,
DEVASTAÇÃO...!

Sem você,
Sou quadro sem moldura,
Arma sem bala,
Arco sem flecha,
Molho sem chaves,
Escada sem degraus,
Espelho sem aço,
Alma em ebulição,
Chulé sem frieira,
PERDIÇÃO...!

Sem você,
Sou noite sem lua,
Sol sem calor,
Criança sem brinquedo,
Relógio sem horas,
Barco sem leme,
Cadeira sem assento,
Padaria sem pão,
Adeus sem regresso,
FRUSTRAÇÃO...!

Sem você,
Enfim, sou ninguém,
Fósforo sem cabeça,
Remédio sem doente,
Cadeia sem bandido,
Rua sem saída,
Frio sem calor,
Desarmonia, confusão:
Bolso sem fundo,
ALUCINAÇÃO...!

Título e Texto: Carina Bratt, secretária e assessora de imprensa do jornalista e escritor Aparecido Raimundo de Souza. De São Paulo, Capital. 6-8-2017

Anteriores:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-