segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

No país do «korror»

Helena Matos

Presumo que há um país no mundo onde o livro de Steve Bannon não só não será lido, mas vivamente condenado. Falo de Portugal, obviamente. Ou já se esqueceram da viva indignação que tomou conta da pátria quando o arquiteto Saraiva publicou “Eu e os Políticos”? Era um «korror» total.

O Tribunal da Relação de Lisboa ordenou à editora Gradiva que recolhesse o livro. Felizmente para os americanos que o «korror» é um produto português aplicado diversamente segundo a pertença política dos visados, mas de qualquer modo português.
Título e Texto: Helena Matos, Blasfémias, 8-1-2017

Relacionados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-