domingo, 13 de maio de 2018

[Versos de través] Mães 2018


Haroldo P. Barboza

Humilde              

Dedicada e zelosa nos afazeres         
Invocou Deus durante a gestação
Abrindo mão de seus prazeres.

Desprendida

Doando parte da existência
Ao ser que trazia no ventre      
Sem reclamar da penitência.

Agradecida

Antes e depois, com dor,
Expressou sua grande alegria
Sorrindo e chorando por amor.

Herdeiro

Mimoso, cheiroso e bem feito
Orou pela doce graça Divina
Regou seus lábios com o peito.

Realeza

Quando a Mulher se torna mãe
Torna-se Rainha do universo
Mesmo sem rima no verso.
Título e Texto: Haroldo P. Barboza, 11-5-2018

Anteriores:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-