sexta-feira, 17 de julho de 2020

Entidade promete abrir ‘caixa-preta’ do Mais Médicos

A Organização Pan-Americana da Saúde era utilizada para driblar regras brasileiras e internacionais

Cristyan Costa

Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) comprometeu-se anteontem a rever sua atuação no programa Mais Médicos. De acordo com a entidade, ela repassou mais de meio bilhão de dólares a Cuba, que ajudou a financiar a política de saúde.

O consultor Leonardo Coutinho deu evidência à notícia.

Em síntese, a organização foi utilizada para driblar regras brasileiras e internacionais, de modo que o governo Dilma Rousseff importasse médicos cubanos. Esses profissionais eram submetidos à situação que beirava a escravidão no Brasil.

A então presidente Dilma Rousseff, em evento no Palácio do Planalto, ocorrido em 2015. Foto: Divulgação/Agência Brasil
Atolado em denúncias, o Partido Comunista cubano saiu do programa em 2018.

Conforme os fatos que começaram a vir à tona em 2015, o Itamaraty supostamente era ignorado por Dilma nas discussões sobre o plano para acobertar o verdadeiro objetivo do convênio com a Opas: ocultar que a contratação de médicos cubanos era um acordo bilateral entre Cuba e Brasil.

Leia o comunicado sobre a entidade

MICHAEL R. POMPEO, SECRETÁRIO DE ESTADO
O governo dos Estados Unidos congratula-se com a decisão da Organização Pan-Americana da Saúde de iniciar uma revisão independente de seu papel no programa Mais Médicos, segundo o qual a OPAS forneceu mais de um bilhão de dólares a Cuba.

Os Estados Unidos e outros principais países membros da OPAS têm trabalhado ativamente com a liderança da OPAS para elaborar esta revisão sobre como o Mais Medicos foi iniciado e operado. A revisão foi projetada para responder às perguntas que o governo dos EUA levantou.

Os Estados Unidos trabalharão para proteger nossas instituições parceiras de qualquer tentativa maligna de corromper sua verdadeira missão, preservando os interesses do contribuinte dos EUA.

Título e Texto: Cristyan Costa, revista Oeste, 17-7-2020, 12h

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-