sábado, 14 de setembro de 2019

Veja, brasileiro, como a imprensa portuguesa propaga as bizarrices de uns tantos malandros de esquerda

Na SIC Notícias:

A filósofa e escritora qualifica a política de Bolsonaro de "triste" e "deprimente".
A filósofa e escritora Márcia Tiburi [foto], que deixou o Brasil por ameaças de morte, alertou hoje, durante o Festival Internacional de Literatura de Berlim, que viver no país tem sido para muitos uma "experiência mortal".
Blá-blá-blá

Na tvi24:
Blá-blá-blá

Nota do Editor:
1) O blá-blá-blá é semelhante, pois trata-se de texto da agência portuguesa de notícias Lusa, de esquerda!;
2) Em nenhum momento, é informado o passado político-ideológico destes personagens que andam pela Europa e EUA disseminando ódio pelo Brasil, pois que a SERVIÇO de uma ideologia funesta e perdedora.
Dizem que a mulher é filósofa, com o intuito de a vender como uma pessoa sensata, sábia... o que, definitivamente, ela não é.

Marcia Tiburi filiou-se ao Partido dos Trabalhadores (PT) no dia 6 de março de 2018 após almoço com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Anteriormente, a filósofa fez parte dos quadros do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) entre 2013 e 2017.

Em maio de 2018, membros do PT decidiram que Marcia Tiburi seria a candidata da legenda ao Governo do Estado do Rio de Janeiro nas eleições de 2018 no lugar de Celso Amorim que, até então, era apontado como o candidato a governador do Rio de Janeiro do partido.

A pré-candidatura de Marcia à sucessão de Luiz Fernando Pezão foi homologada no dia 15 de junho de 2018 em reunião do diretório regional do PT.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-