domingo, 5 de julho de 2020

Secretaria de Saúde do RJ pode ter fraudado 100% dos contratos relacionados à pandemia

Redação Diário do Rio

Em meio às suspeitas de irregularidades na área da saúde no RJ, a Controladoria-Geral do Estado (CGE) promoveu um levantamento e observou chance de dinheiro público ter sido usado indevidamente em 99,47% dos contratos e complementares realizados pela Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro (SES-RJ) durante o enfrentamento à pandemia do Coronavírus.


Vale ressaltar que o relatório já foi enviado ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), à Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), ao Ministério Público do RJ (MPRJ) e ao Tribunal de Justiça (TJRJ).

O levantamento aponta que a SES-RJ gastou R$ 1.497.626.148,68 em contratações para combater o Coronavírus. Desse total, R$ 1.489.696.980,04 (isto é, 99,47% da verba) mostram indícios de terem sido efetuados de maneira fraudulenta. Vale ressaltar que os 0,53% restantes (que correspondem a R$ 7.929.168,64) ainda estão sendo analisados pelos técnicos da CGE, ou seja, existe a possibilidade de que todo o montante tenha sido utilizado de maneira indevida.
Detalhamento do relatório referente à Secretaria Estadual de Saúde – Foto: Reprodução/Internet


Nas outras secretarias – não especificadas no documento -, mas que também realizaram aquisições durante a pandemia, o mesmo relatório diz que o percentual foi de 90,91%.



”Nosso trabalho mostra que existe uma grande desorganização. Há um histórico de falta de interesse em controle, e estamos combatendo isso. Verificamos a falta de planejamento e cumprimento de execução nesses contratos. Nesse cenário, o estado perde recursos de forma absurda. Fica claro que falta de dinheiro não é. É uma questão de gestão”, disse Hormindo Bicudo Neto [foto], controlador-geral do estado.

Foto: Edmar Figueiredo/Assessoria de Imprensa-CGE/RJ
Devido ao levantamento, a Secretaria Estadual de Saúde disse que irá revisar todos os contratos firmados de maneira emergencial durante a pandemia e garantiu que vai punir ”qualquer possível irregularidade”.

Título e Texto: Redação Diário do Rio, 4-7-2020

Um comentário:

  1. E O QUE TEM DE NOVIDADE NISTO?
    DESDE SEMPRE,ASSIM COMO AS "RACHADINHAS" ,É DE PRAXE FRAUDAR CONTRATOS EM TODO O BRASIL.
    E NÃO É CRIAÇÃO DESTE GOVERNO,SEMPRE EXISTIU EM TODOS OS GOVERNOS, OS ATUAIS APENAS ADERIRAM.
    LEMBRAM A LEI DE GERSON?

    ResponderExcluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-