sexta-feira, 28 de agosto de 2020

Respiradores desenvolvidos pela Nasa serão produzidos no Brasil

Duas empresas foram licenciadas e já podem iniciar a produção no país

Artur Piva

Famosa por suas empreitadas no espaço, a NASA resolveu entrar na guerra planetária contra o coronavírus. O resultado é um respirador para uso específico no tratamento da covid-19 que será fabricado por 28 empresas ao redor do mundo, incluindo duas no Brasil.


Segundo Jim Bridenstine, administrador da agência espacial, “as Missões da NASA para explorar fora da Terra beneficiaram a vida na Terra e proporcionaram um meio para que os Estados Unidos fortalecessem suas relações globais”. Com essa visão, os engenheiros do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, localizado no Sul da Califórnia, desenvolveram as duas versões do protótipo de ventilador mecânico que recebeu o sugestivo nome de VITAL. O uso desses equipamentos foi liberado pelas autoridades daquele país em 24 março.

Ao redor do mundo, 100 empresas de 42 países diferentes tentaram o licenciamento para a produção. Entretanto, apenas 28 conseguiram, e somente em 6 nações. O Brasil, é uma delas.

Aqui, a NASA licenciou a produção em duas empresas, a CIMATEC, do Senai da Bahia, e a Russer Indústria Médica, localizada em Indaiatuba, no interior de São Paulo. Por enquanto, elas trabalham em parceria. O aparelho foi liberado pela Anvisa em 24 de agosto.

Título, Imagem e Texto: Artur Piva, revista Oeste, 28-8-2020, 17h55

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-