quarta-feira, 26 de agosto de 2020

[Pernoitar, comer e beber fora] Fratelli: a presunção não é barata

Fomos, o casal VG/EG e eu, ao restaurante Fratelli, na Avenida Lúcio Costa, 2916, na Barra da Tijuca.



De entrada, pedimos “Bruscheta al pomodoro” (quatro brusquetinhas), estavam muito boas. Comeríamos mais, se brusquetinhas houvesse.

De prato principal, eu pedi “Spaghetti al mare”; o casal pediu “Ravioli de Vitella”, ele; ela, “Polpetone com spaghetti”. (Não tiramos fotos). Estavam “muito bons”, exclamaram quando lhes perguntei, décadas depois, o que haviam comido naquele dia…

Quanto ao meu “Spaghetti al mare”, well… do mar só tinha camarões. Eu mesmo já fiz melhor, conforme pode ser avistado na foto:



Costumo dizer que o conceito de “caro” é subjetivo, ou relativo. Depende de uma fileira de fatores, como, antes de tudo, o sabor, a quantidade, os “mimos” antes, durante e depois do prato principal… que nos causam uma sensação de estar participando de uma experiência única.

Para ter uma ideia, leitor, o cafezinho custaria DEZ reais se o tivéssemos pedido.

Única foi a vez que fui ao citado restaurante.

PS:

Anteriores:

Um comentário:

  1. De registrar um detalhe elogiável: o restaurante oferece saco de plástico para guardar a sua máscara enquanto à mesa.

    ResponderExcluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-