terça-feira, 25 de agosto de 2020

Vereador do PT vota contra o próprio projeto de lei

“Quem vai custear esse projeto? Qual é o valor do projeto?”, questionou Carlos Augusto Cardoso da Silva na tribuna

Artur Piva

Na última quarta-feira, dia 19, durante sessão na Câmara Municipal de Ilhéus, no Estado da Bahia, o vereador Carlos Augusto Cardoso da Silva (PT) [foto] protagonizou uma cena constrangedora. Depois da leitura da proposta para colocar pontos de wi-fi em locais públicos, o petista pediu a palavra.


“Presidente, pela ordem! Eu entendo que esse projeto visa à inclusão digital, é um projeto importante”, começou o vereador. “Mas eu tenho a preocupação porque quem vai custear esse projeto? Qual é o valor do projeto? Qual é a empresa operadora do projeto? Como é que a gente vai conseguir implantar a internet em praças?”, questionou. “Eu acredito que esse seja mais um projeto assim, de visão eleitoral. Eu entendo a importância do projeto, mas eu vou votar contra”, concluiu.

Em seguida, o presidente da Câmara lembrou um detalhe fundamental: “O autor do projeto é a Vossa Excelência!”.

Carlos Augusto ainda tentou negar a autoria da ideia, mas acabou cedendo aos fatos. “Eu vou retirar o meu projeto, vou analisar e vou reapresentar.”


Título e Texto: Artur Piva, revistaOeste, 24-8-2020, 20h30

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-