quinta-feira, 27 de agosto de 2020

Vasco vence o Goiás nos pênaltis e garante classificação na Copa do Brasil

Matheus Babo
São Januário, Rio de Janeiro

O Vasco está classificado para a quarta da fase da Copa do Brasil. O Gigante venceu o Goiás por 2 a 1, nesta quarta-feira (26/8), no Estádio Hailé Pinheiro, com gols de Henrique e Benítez, no tempo normal. Na disputa por pênaltis, Cano, Benítez e Bruno César converteram e Fernando Miguel brilhou, pegando duas cobranças do adversário, onde o Cruzmaltino venceu por 3 a 2.


O próximo compromisso do Gigante da Colina será neste sábado (29/8), diante do Fluminense, às 19h, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. Já o adversário na nova fase da Copa do Brasil será definido por sorteio.

Fernando Miguel pegou dois pênaltis e foi decisivo
O JOGO

A primeira boa chegada vascaína foi foi aos 5 minutos. Benítez deu lindo passe para Cano, que sairia livre, mas a arbitragem marcou impedimento erradamente. Aos 12, Henrique roubou na defesa, driblou dois e arrancou, mas errou na hora do último passe, quando tentou Benítez. Dois minutos depois, Talles recebeu na meia-lua e deu de primeira tentando Pikachu, mas o goleiro chegou antes. Aos 24, Benítez driblou dois e tocou para Talles, que bateu de longe, obrigando o goleiro a fazer uma grande defesa.

O Vasco era melhor e o gol chegou aos 32. Henrique recebeu de Benítez e tentou o cruzamento para a área, a bola desviou no zagueiro e morreu no fundo das redes: VASCO 1 a 0. Primeiro gol do lateral-esquerdo em 164 jogos como profissional. Aos 43, após bate-rebate em escanteio, o adversário empatou: 1 a 1.

Henrique marcou seu primeiro gol como profissional do Vasco 
Precisando da vitória, o Vasco voltou em cima e desempatou logo aos 4 minutos. Andrey driblou dois marcados e tocou em Talles, que achou Benítez com espaço na intermediária. O camisa 10 arriscou o chute, a bola desviou e entrou na gaveta. Golaço: VASCO 2 a 1. Foi o primeiro gol do argentino pelo Cruzmaltino. Aos 7, Fellipe Bastos arriscou de longe, a bola bateu no zagueiro e sobrou para Cano, que tentou de canhota, obrigando o goleiro a fazer boa defesa.

O jogo era equilibrado, muito disputado no meio-campo. O Vasco voltou a criar boa chance aos 23. Vinícius tabelou com Fellipe Bastos e chegou ao fundo, tentando o chute de bico, parando em boa defesa do goleiro. Aos 38, Guilherme Parede roubou a bola e arriscou da entrada da área, mandando muito perto. Um minuto depois, Cano recebeu de Carlinhos, driblou um zagueiro e tentou o chute, mas foi travado pelo zagueiro. O Vasco seguiu na pressão e quase ampliou aos 41. Bruno César deu em Carlinhos, que bateu forte e novamente o goleiro adversário fez grande defesa.

Benítez marcou um golaço no segundo tempo
FICHA TÉCNICA
GOIÁS 1 (2)X(3) 2 VASCO

Data/Hora: 26/8/2020 - 21h30
Estádio: Hailé Pinheiro, Goiânia (GO)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Ricardo Junio de Souza (MG) e Marconi Helbert Vieira (MG)
Cartões Amarelos: Fábio Sanches e Rafael Moura (GOI); Andrey (VAS)

Gols: Henrique (24´/1T - 0-1); Rafael Vaz (43'/1T - 1-1) e Benítez (4'/2T - 1-2)
Nos pênaltis: Rafael Vaz e Keko (GOI); Cano, Benítez e Bruno César (VAS)

GOIÁS: Tadeu, Juan Pintado, Fábio Sanchez, Rafael Vaz e Jefferson; Sandro (David Duarte - 39'/2T), Gilberto (Ratinho - 11'/2T) e Daniel Bessa; Keko, Rafael Moura e Victor Andrade (Marcinho - 11'/2T) - Técnico: Thiago Larghi

VASCO: Fernando Miguel, Yago Pikachu, Ricardo Graça, Leandro Castan e Henrique; Fellipe Bastos (Carlinhos - 34'/2T), Andrey e Benítez; Vinícius (Guilherme Parede - 34'/2T), Talles Magno (Bruno César - 14'/2T) e Germán Cano - Técnico: Ramon Menezes.

Título e Texto: Matheus Babo, CR Vasco da Gama, 26-8-2020, 21h16
Fotos: Rafael Ribeiro/Vasco da Gama

Relacionados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-