quinta-feira, 30 de junho de 2016

Jean Wyllys ameaça processar MBL por divulgar notícia do Estadão

Luciano Henrique


Ao que parece, o deputado de extrema-esquerda Jean Wyllys quer estabelecer novos recordes de fascismo, autoritarismo e desrespeito à liberdade de expressão. Lembrado publicamente por ter cuspido em outro deputado durante  votação do impeachment, Wyllys agora lembra os censores do tempo da ditadura militar.

Ele ameaça o MBL de censura por ter publicado este meme:



O meme foi feito republicando meramente notícia do Estadão, como segue:

Entre os pontos que o Ministério da Cultura terá de esclarecer, a pedido do MPF, está suposto tráfico de influência em projeto que conta a história do deputado Jean Wyllys.

As denúncias que motivaram abertura de inquérito partiram do Movimento da União de Defesa da Cidadania e Combate à Corrupção.

Ou seja, nada foi inventado, mas apenas citado a partir de dados da mídia.

Eis que o deputado lançou a ameaça:



A acusação do deputado fascista não faz o menor sentido, dado que o MBL apenas reproduziu a notícia de um jornal. Ademais, mesmo que tivesse existido algo além da citação da notícia de um jornal (e não aconteceu), somente a produtora do filme poderia fazer qualquer tipo de reclamação, não Jean Wyllys. A não ser que ele próprio seja o responsável pelo documentário sobre sua vida, o que seria patético (fazer um documentário sobre si próprio seria a piada do ano).

No fim das contas, o processinho tende a ser rejeitado por constituir litigância de má fé. Mas é preciso começar a discutir seriamente leis para liberdade de expressão, uma vez que deputados fascistas estão decididos a nos fazer recuar para tempos inquisitórios através de encenações e fingimentos, jogando o jogo da “vítima de calúnia”, somente para encher o saco dos críticos e praticar perseguição política.

Mais um papelão dos truculentos do PSOL, partido que sempre apoiou Nicolas Maduro. Aliás, cada vez mais se explica a razão para essa esquerda cavernícola não se envergonhar de apoiar uma ditadura assassina como a do sucessor de Hugo Chavez. 
Título, Imagens e Texto: Luciano Henrique, Ceticismo Político, 30-6-2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-