domingo, 2 de julho de 2017

[Para que servem as borboletas?] Crise

Valdemar Habitzreuter

Cada vez mais problemática a crise política instalada no país; os três poderes, embora dizerem-se independentes e defensores da democracia, estão em conflito, não se entendem, estão num processo de cada qual assegurar-se protegido da corrupção em seu seio.

Desde que surgiu o mensalão a sociedade ficou sabendo das falcatruas vicejando nos três poderes, notoriamente no legislativo e executivo; depois, com a lava-jato, surgiu o petrolão que revelou de vez a podridão que grassava e grassa ainda nos altos escalões da República. Não se vê um uníssono de procedimentos dos três poderes para combater a corrupção - o fulcro da crise. Pudera, a corrupção também atinge em cheio alguns de seus membros.

Parece que cada um se dedica, em primeiro lugar, a defender-se e eximir-se de ilícitos em seu meio; segundo, há ingerências um no campo do outro como que incriminando-se mutuamente. Assim, o judiciário quer decidir sobre questões políticas; o legislativo, sobre questões judiciais; o executivo está em pé de guerra com o MP e, assim, indiretamente com o Judiciário. Uma confusão só.

Tudo isso porque a corrupção campeia entre os três. Mas, os três têm algo em comum: articulam nos bastidores de como acabar com a lava-jato. Se conseguirem será grande a frustração da população. Indícios já se deixaram entrever: tirando de Moro processos de sua competência e distribuindo para outras esferas; solturas de prisioneiros e impedindo a prisão de outros com nítida intenção de minar o Moro.

Enquanto isso, Lula, o financiador da crise - a maior já vivida na História do país - articula sua candidatura para 2018... O círculo vicioso de crimes políticos terá sua sobrevida se o povo ficar passivo...
Título e Texto: Valdemar Habitzreuter, 2-7-2017

Colunas anteriores:

4 comentários:

  1. Veja bem Habitz. É este o nosso Brasil. Está tudo aí, são questões claras, estas nossas lamúrias de nada adiantam! Ou talvez! O maior Causador de tudo isto, não é Temer nem Cabral, nem A Jbs, nem os Senadores, Nem Cunha, nem os Deputados, apesar de serem uma vergonha nacional. Funcionários e Empregados e Diretorias da Petrobras, e de Fundos de Pensão, e BNDES e de grandes Estatais, e Governadores e Prefeitos Estaduais, que já nos envergonham, e nos roubam, comprovadamente. São todos juntos! Todos com o mesmo objetivo, tudo ligado ao Governo de 14 anos atrás, já existia, sim a corrupção, mas esta, em prol do poder, jamais existiu, todos cúmplices, em prol de garantias de um poder e de governo!!!! Que enganam os mais pobres.

    Será que este País, tão grande, não consegue ver isto? Apesar de tão mal informado e sem cultura, é tão cego? E ele o Brasileiro... que se acha... ser o Bom, ter um País Tropical, ter um paraíso, e tem, e tbm tem uma população em caso de mísera, sem ter saneamento básico nas grandes Capitais, e muito menos no interior do País, que dizem ser lindo e é… mas e o povo?
    Conviver com tudo isto? É o Brasileiro, onde ele está?...

    Caro Filósofo Habitz,
    Seria um grande tema para uma Reflexão, junto com os Métricos!!!
    É ... Temos um País a ser Refeito! Eu e minha geração já contribuímos e muito para este País, deixo agora para as gerações de 60, 70, 80, e quem sabe para nossos tetra netos!!!
    É...... temos luz no fim do túnel!!!
    Heitor Volkart

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Volkart, vc retratou bem a realidade caótica brasileira nestes últimos 14 últimos anos... sim, a corrupção sempre esteve presente nos governos, mas foi praticamente institucionalizado pelos dois últimos presidentes em nome do poder... Felizmente o povo está despertando da hipnose a que se deixou induzir e está ditando um basta à toda esta safadeza de nossos representantes... Moro é o ícone desse despertamento. Um grande abraço!
      Habitz

      Excluir
    2. Só discordo de serem 14 anos, para mim é 32 anos.
      Em 1985 o SIR NEY assumiu e instalou a constituinte.
      Tudo que aí está é efeito da constituição de 1988.
      Grandes FILHOS DA PUTA ainda são venerados,
      TANCREDO NEVES, ULISSES GUIMARÃES, GETÚLIO VARGAS, JK, FHC, MAGALHÃES PINTO, JOAQUIM BRABOSA e ainda creio que Ulisses, Tancredo e Getúlio foram assassinados, mas julgo que acharão teoria da conspiração.
      Até hoje aqui no RS bajulam Pedro Simon e Paulo Paim.
      A crise hoje é institucional nos 3 poderes.
      Eles estão tentando não fazer com que os militares tomem o poder.
      Se uma das casas executiva, legislativa ou judiciária cair haverá intervenção militar.
      Aécio é uma troca para manter Temer.
      Porque o PMDB barra na CCJ e no conselho de ética a punição de Aécio, e o PSDB barra as punições contra Temer.
      O PT e os partidos nanicos só berram, muito mais para conseguir votos em 2018, do que propriamente serem contras.

      Excluir
  2. Vejam! Será que não há solução? Não vejo luz nenhuma, nem no final e nem no início deste túnel, mas me pergunto; Eu preciso disto? É... como cidadão, sim! Mas como vivente, ser humano!!! Não sei, só tenho tempo agora para mim! Não querendo ser egotista! As cerejas do meu cesto estão acabando, e quero desfrutar todas, uma a uma, regadas a um bom vinho, pois nem para vinho ruim não tenho mais tempo!
    Heitor Rudolfo Volkart

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-