sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

O “expresso” dos Costas e Nicolaus ajudando o Costa a se livrar de Joana



Joana Marques Vidal , atual procuradora-geral da República, coordenava a equipa de magistrados do Ministério Público no Tribunal de Menores de Lisboa quando as adoções da IURD foram autorizadas. Em comunicado, a PGR garante que “nada deixará de ser investigado, o que permitirá apurar todos os factos e eventuais responsabilidades”.

Entre 1994 e 2002, Joana Marques Vidal “exerceu funções no Tribunal de Família e de Menores de Lisboa”, tendo assumido em parte desse período “a coordenação dos magistrados do Ministério Público”. Desconhece-se o grau de responsabilidade e de intervenção direta da procuradora no processo.
(...)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-