domingo, 30 de agosto de 2020

Depois do PDT, mais 4 partidos tentam barrar o marco do saneamento

PT, PSOL, PCdoB e PSB ingressaram com ação no STF para questionar medida que prevê a universalização do saneamento no Brasil

Foto: Agência Brasil

Paula Leal

Depois do PDT, mais quatro partidos de oposição decidiram entrar no Supremo Tribunal Federal contra o novo marco do saneamento, sancionado em julho pelo presidente Jair Bolsonaro.

Dessa vez, PT, PSOL, PCdoB e PSB ingressaram com Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) na Corte. As legendas de oposição questionam o que consideram “privatização seletiva”, que privilegiaria apenas os municípios maiores e mais rentáveis, enquanto as cidades menores e deficitárias permaneceriam bancadas pelo poder público.

Conforme noticiou Oeste, 100 milhões de brasileiros não têm coleta de esgoto e outros 35 milhões não possuem acesso à água tratada.

Título e Texto: Paula Leal, revista Oeste, 30-8-2020, 10h30

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-