segunda-feira, 13 de julho de 2020

Iniciativa privada vai restaurar patrimônios históricos

Com a medida, o governo espera gerar emprego e renda para atenuar os efeitos da pandemia de coronavírus

Cristyan Costa

Ministério do Turismo lançou, na sexta-feira 10, o programa Revive, que objetiva restaurar e recuperar patrimônios históricos do Brasil com apoio da iniciativa privada.

O Forte Nossa Senhora dos Remédios, em Fernando de Noronha (PE), está na lista. Foto: Carlos Scorzato/Ipatrimônio
De acordo com o governo, o próximo passo é contratar um estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental, pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. Quatro locais já foram escolhidos:

1 - Fortaleza de Santa Catarina, em Cabedelo (PB);
2 - Forte Nossa Senhora dos Remédios, em Fernando de Noronha (PE);
3 - Forte Orange, na Ilha de Itamaracá (PE);
4 - Fazenda Pau D’Alho, em São José do Barreiro (SP).

Assim sendo, o documento ajudará na elaboração dos editais de licitação para os empresários interessados. Contudo, é importante ressaltar que o programa trata de concessão e não privatização.

Espera-se, portanto, gerar emprego e renda. “É uma agenda econômica. O turismo terá um papel decisivo para ajudar o Brasil a se recuperar”, afirmou em coletiva de imprensa o ministro Marcelo Álvaro Antônio.

Título e Texto: Cristyan Costa, revista Oeste, 13-7-2020, 6h30

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-