terça-feira, 14 de julho de 2020

ONU: covid-19 levará fome a mais de 80 milhões de pessoas

Em relatório, Organização das Nações Unidas estima impacto da pandemia na população mundial

Anderson Scardoelli

A disseminação do novo coronavírus em todo o mundo levará de 83 milhões a 132 milhões de pessoas a passarem fome. A projeção consta em relatório divulgado nesta segunda-feira, 13, pela divisão de alimentação e agricultura da Organização das Nações Unidas (ONU).

Foto: CANVA
De acordo com a ONU, a covid-19 provocou nos últimos meses alguns males em diversos países. A entidade fala em itens como, por exemplo, perda de renda (desemprego e redução salarial), aumento dos preços de alimentos e a chamada “interrupção das cadeias de suprimentos”.

O relatório foi formulado em parceria com quatro agências que funcionam como divisões da ONU: o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), o Programa Mundial de Alimentos e a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Fome atual
Os dados de hoje foram além de projetar a fome mundial em decorrência da covid-19. O material aborda que no fim de 2019 a fome atingia 690 milhões de pessoas. O número representa 8,9% da população mundial. Em comparação com 2018, a quantidade de pessoas passando fome aumentou em 10 milhões.

Título e Texto: Anderson Scardoelli, revista Oeste, 13-7-2020, 19h43

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-