terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Contos moucos dos loucos (XXII) – O ônibus e o banco

Esperou o ônibus. Ia à cidade tratar de um assunto no banco: a conta estourara.
O ônibus estava cheio. Viajou em pé, por quase duas horas, do Recreio até o Castelo.
A gerente foi direta e aterradora: ele teria que depositar $$$ até o final do expediente.
Voltou para casa arrasado. Não depositou nada, claro.
Hoje ‘deve’ mais de 200 mil $$$...

Anteriores:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-