quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Raposo, presidente da APRUS, desata o nó


Caros amigos, após verificar dúvidas, comentários sem sentido e informações que não condizem com a realidade dos fatos, me sinto obrigado a lembrar que o cargo de Interventor e Liquidante tem por obrigação contratual e legal cumprir determinados itens da Lei de Previdência Complementar 109, e não me alongando escrevo os dois principais (ítens) para nós que são “o dever de cuidar e proteger os interesses dos participantes e administrar seus recursos visando cumprir com as determinações da lei e da PREVIC”.

Lembro que a administração e estratégia para tal administração cabe ao administrador ou, no caso, o Liquidante e a característica e estratégia dos administradores José Crespo e José Pereira era ter recursos para sustentar os participantes pelo maior tempo possível na busca de uma solução adequada para seus planos, pois existiam ações “tarifária e terceira fonte”, mas com o evento da antecipação de tutela o senhor José Pereira continuou com sua estratégia de reter recursos para em interrupção [sic] até como ocorreu da antecipação de tutela, continuar suprindo os pagamentos com os recursos que eram do conhecimento de todos do plano I “o mais carente, já com prazo definido em comunicados.”

Acredito que quando do pagamento das antecipações de tutela das viúvas que até então estavam aguardando uma solução por parte (da) PREVIC, este pagamento ocorreu sem que o rateio de crédito pago anteriormente fosse descontado, causando a falta de isonomia com os planos em andamento.

Ora, duas providências poderiam ter sido tomadas, ou seja, ou deveriam ser providenciados descontos futuros mês a mês recuperando assim a estratégia dos antigos liquidantes, ou a que foi adotada, pagar o que tinha sido retirado dos assistidos e assistidos dependentes anteriores.

Consequências naturais:

O plano I cujos recursos já estavam escassos há bastante tempo e do conhecimento de todos, ficará aguardando o desfecho de ações e processos existentes a receber ou a solução esperada por todos.

O plano II ainda possui recursos.

Após idas e vindas e outras conversas, fui surpreendido por um comentário que me pareceu o mais humano e correto para a solução que foi dada, e parabenizo assim a solução adotada que permitiu a muitos assistidos com idade avançada, a possibilidade de ter uma soma considerável de recursos.

Como é do conhecimento de todos fomos surpreendidos pelo fato e externamos a alguns a preocupação de contenção de gastos o que sempre consideramos prudentes na nossa idade.

Aproveitamos para informar que segundo informações que me foram passadas, ontem à noite foi votado o Orçamento anual de 2017 tendo sido aprovado sem ressalvas, e o nosso compromisso para o AERUS está lá.

Para outros menos informados devemos fazer a colocação que não foi o senhor José Pereira que pagou as viúvas, pois na época estava como liquidante da PORTUS.
Lamentamos mais uma vez informações que nada dizem quanto à realidade dos fatos ocorridos, mas que foram muito bem aceitos pela nossa população.

Lembramos ainda que ainda neste mês teremos nossos trabalhos solicitados pelo Interventor/Liquidante elaborados para que seu objetivo seja atingido.
Continuemos assim com nossa FÉ. 
Thomaz Raposo, APRUS, 3-8-2016    
Grifos: TR/JP

Relacionados:

26 comentários:

  1. "nossos trabalhos solicitados pelo Interventor/Liquidante elaborados para que seu objetivo seja atingido"...

    Que trabalhos?
    Solicitados por quem e a quem?
    Qual o objetivo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thomaz Raposo APRUS3 de agosto de 2016 15:19

      Ao grupo de associações, proposta de solução final para todos os fundos e respectivos planos. Está sendo elaborada.

      Excluir
  2. Não acho que tenha desatado nós...
    MSA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thomaz Raposo APRUS3 de agosto de 2016 15:21

      Talvez o seu seja difícil de desatar continue com o seu.

      Excluir
    2. Sinceramente, isto não um comentário digno de um Presidente de uma Associação.
      Aqui ninguém quer desatar nós pessoais, e sim dúvidas de muitos Associados.
      Caramba, fiquei surpreso!!!
      Heitor Volkart

      Excluir
    3. Aqui, Raposo, responde ao 'anônimo' MSA...

      Excluir
  3. Jim, não considero meu comentário sem sentido, pois para mim ainda tem um nó!!!
    Justo o que questionei, o restante eu já sabia tudo!
    Heitor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thomaz Raposo APRUS3 de agosto de 2016 22:26

      Defina sua dúvida pois só assim posso lhe responder.

      Excluir
  4. AINDA RESTA DÚVIDA !
    Jussara Carniel de Moraes

    ResponderExcluir
  5. EU VEJO QUE ESTAO FAZENDO TEMPESTADE EM UM COPO DE CAFEZINHO.

    ResponderExcluir
  6. O ÚNICO NÓ A SER DESATADO É RECEBER AS PENSÕES FORA DA ANTECIPAÇÃO DE TUTELA, OU SEJA UM ACORDO.
    QUANTO AOS ATRASADOS, NÃO CONVIVAM COM A DÚVIDA , FIQUEI 10 ANOS NA MERDA, E NÃO ME AFOGUEI.
    SE VIER APROVEITE-SE, SE NÃO ALGUÉM VAI RECEBER.
    LEMBREM-SE QUE SÓ DEPOIS DA SENTENÇA DEFINITIVA HAVERÁ A COBRANÇA DE ATRASADOS, E QUE ESTES SERÃO PRECATÓRIOS FEDERAIS, QUE DEVEM SER INSERIDOS NA LDO PARA SEREM PAGOS EM EXERCÍCIOS SEGUINTES.
    Isso pode levar outros 10 anos.
    Se ficarmos nessa espera esperançosa por demais vamos nos tornar doentes depressivos.
    A parte mais nobre está sendo paga.
    Deixemos a APRUS trabalhar.
    Há ainda os pelegos que agradecem ao sindicato, quando é a justiça fazendo seu trabalho correto.
    Quando em 2004, fui processado pelo gestor porque questionava aquelas reuniões cheias de gráficos dizendo que tudo estava numa boa, e que o sindicato patrocinava, teve gente dizendo o Rochinha se fodeu. Pois, entramos numa furada em 2006 e todo mundo se fodeu junto comigo.
    Ninguém questionava o AERUS nos sindicatos.
    E agora vocês acham que ele nos salvou.
    Quando saí me deviam 12000 do FAD, e até hoje nenhum pelego me deu satisfação.
    Ora, recebam e aproveitem enquanto vivos.
    Se eu morrer que minha esposa aproveite os atrasados, não convivo com as expectativas , vivo com a realidade, e cada dia que passa mais perto da morte estamos.
    Cada vez que surge um fato novo remoem-se velhas expectativas.
    Se acham que o Raposo faz um péssimo trabalho, troquem de lugar com ele, sejamos nobres e tolerantes, e respeitemos quem é diletante por nobreza de caráter.
    fui...
    E não se zanguem com minha ZANGA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Particularmente, muito aprecio as suas zangas, mesmo quando discordo delas.

      Desta zanga, concordo muito.
      E destaco esta passagem: "Há ainda os pelegos que agradecem ao sindicato, quando é a justiça fazendo seu trabalho correto."

      Excluir
  7. Bom, já sabemos que não foi esmola, nem caiu do céu. É dindin nosso.
    Porém, pqp, como somos mal informados.
    Rochinha, como sempre tendo razão!
    Fernando Vieira Dutra

    ResponderExcluir
  8. Prezados, não quero tempestades, muito pelo contrário, quero bonanças.

    Vou deixar definida a minha dúvida: quando o Liquidante afirma em seu Comunicado 18, no final ele diz que em 'uma data a ser definida serão pagos os recursos remanescentes'.

    Ora, Antecipação de Crédito, não temos mais, certo? Zeraram o caixa.

    Então, pergunto: Quais são estes recursos remanescentes?
    A ser definida uma data para ser pago. Se for a Provisão Matemática, então é a Liquidação do Aerus?

    Prezado Senhor Thomaz, está é minha dúvida, definida.
    Obrigado!
    Heitor Volkart

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não quero plantar tempestades.
      Mas, o 'presidente' do Aerus assina os seus comunicados com a correta descrição do seu cargo (e responsabilidade): Liquidante.
      Não vejo como ele possa fazer algo diferente...

      Excluir
  9. Caro Rochinha e Vieira, não estou atrás de Atrasados, quando vierem e se vierem serão bem vindos, o que estou, é em busca de informações, como diz Viera Dutra,"como somos mal informados"!
    Esta é a questão!!!
    Abs a Vcs!
    Heitor Volkart

    ResponderExcluir
  10. HEITOR, temos aqui discussões que são partilhadas e discussões inócuas e por vezes ríspidas.
    Veja que quando ESTAVA TUDO BEM NO AERUS, O SINDICATO REALIZAVA REUNIÕES SEM PERSPECTIVAS REAIS, NOS ENGANAVAM DIZENDO QUE TUDO ESTAVA EM ORDEM E A VARIG NÃO PAGAVA NEM DESTINAVA NOSSOS DESCONTOS AO INSTITUTO E NINGUÉM SE IMPORTAVA COM INFORMAÇÕES.
    Naquela época as informações eram mais importantes que as de hoje.
    SEMPRE FOMOS MAL INFORMADOS E HOJE EU ME CONSIDERO OTIMAMENTE INFORMADO.
    A única reclamação que faço, em todo esse processo é a falta de auditoria nas administrações feita pela PREVIC, que deveriam ser semestrais quanto aos gastos dos liquidantes administradores, e com funcionários do instituto, que deveriam nos chegar anualmente em nossos correios eletrônicos.
    Numa comunidade que se defende, temos diversos tipos de pessoas, as que lutam no front, as que ficam na espera e as que reclamam da falta de iniciativas, mas não apontam soluções.
    Eu estou na espera das decisões judiciais.
    Não reclamo, nem tenho condições de ir para a linha de frente.
    Talvez se eu morasse no Rio agiria diferente, escrevo talvez porque não se pode avalizar
    atitudes nossas em futuro pretérito, tais como eu faria assim ou eu agiria assado.
    Eu sou do tipo que não acredita em PRESENTE, A CADA ÁTIMO DE TEMPO VAMOS VIVENDO O FUTURO, sendo assim eu ajo do modo que mais convém ao meu convívio em comunidade.
    Se posso, FAREI.
    Se não posso, que assim seja.
    bom dia...

    ResponderExcluir
  11. thomaz Raposo APRUS4 de agosto de 2016 10:01

    Caro Heitor divulgadas suas dúvidas posso esclarecer possivelmente alguns pontos;
    Temos ações junto ao Ministério da Fazenda e outros impostos onde certamente recuperaremos recursos a serem distribuídos aos planos assim que forem despachados e sair do marasmo proposital do governo.
    A garantia real da tarifária que representa uma soma em bilhões considerável está para ser despachada para cálculo.
    Não podemos esquecer de nossa ação da terceira fonte que representa o dobro do valor da tarifária pelo menos.
    Caro Heitor trabalhamos para um acordo final que leva tudo isto em consideração e acredito que pelos números temos certa chance em dar uma solução final para todos e entenda isto para ativos e assistidos de todos os planos possíveis. Esta é nossa luta e não me importa se associados ou não em todos os processos que a APRUS estiver presente.
    Quando fui sincero e disse fique com seu nó, foi em função daqueles que reclamam mas não definem suas dúvidas ou problemas. Abraço meu amigo e vamos em frente, que muitos dependem de nossa perseverança.

    Thomaz Raposo APRUS

    ResponderExcluir
  12. thomaz Raposo APRUS4 de agosto de 2016 13:39

    Atenção fvr corrigir a informação prestada em minha mensagem anterior quando escrevi que o orçamento estava aprovado pelo Congresso, agradecemos ao Sr. Zoroastro que deu abaixo o correto posicionamento.

    Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização - CMO

    Concluída a apreciação da LDO 2017 na CMO

    02/08/2016 08h00

    Após a votação dos 257 destaques e a aprovação da Errata 1, apresentada ao Relatório, a CMO concluiu, na tarde desta terça-feira (02), a apreciação do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2017. A CMO aprovou também a Medida Provisória nº 736/2016, além dos PLNs nºs 5 e 8/2016, incluídos na pauta posteriormente por meio de requerimentos.


    OBS: Foi aprovado na Comissão. È necessário confirmar se o recurso destinado ao AERUS continua incluído e qual o montante. Teremos ainda alguns passos até a LDO/2017 seguir para aprovação no Plenário do Congresso. Após esta aprovação poderemos comemorar pois estaremos com os recursos garantidos para 2017.


    Obrigado mais uma vez,

    Thomaz Raposo APRUS

    ResponderExcluir
  13. Prezados Rochinha e Thomaz.
    Creio que todas informações são importantes, talvez hoje com a internet, elas abranjam um número maior de informados. Também não acredito em presentes, mas sim em conquistas. Caro Thomaz, em nenhum momento tive alguma dúvida quanto ao seu empenho e competência junto à Aprus, o que sinto é falta de mais contato, com informes ou comunicados, até porque teríamos mais mídia para novos Associados, e penso que todo beneficiário do Aerus deveria se associar à Aprus, pois seriamos mais fortalecidos e mais informados. Agradeço as colocações, quanto ao andamento de nossas causas judiciais, e Vamos em frente!
    Um Abraço
    Heitor Volkart

    ResponderExcluir
  14. Grandes avanços foram alcançados ao longo dos nove anos de luta, envolvendo a APRUS e alguns poucos abnegados capitaneados pela Sra Graziela Baggio , à parte eventuais "senões" , discordâncias , antipatia pessoal ou muito ao contrário. O árduo esforço contínuo, contatos com parlamentares em Brasília, informações periódicas prestadas via canal "youtube" ( gravações) não podem ser esquecidos nem desconsiderados. Foram, pois, de grande valia para todos nós.
    Quanto ao Aerus sob intervenção, cada interventor que assume procura desenvolver a sua função , fazendo o papel que lhe cabe executar . Não deve ser visto como um dos nossos . Entretanto, as duas partes acima mencionadas , estas sim, precisam ser consideradas e receber o apoio dos assistidos ( em especial os associados pagantes). Os papéis assumidos pela Sra Baggio e pelo presidente da APRUS foram escolhas pessoais, decididos a enfrentar a nobre causa AERUS e combater em favor dos aposentados assistidos. Seria um contra senso, não lhes dar o apoio a que fazem jus.

    Quanto ao montante a mais recebido no contracheque do mês equivalente e o imediato depósito em conta foi muito bem vindo, embora circulassem entre alguns colegas e-mais cheios de dúvidas, e alguns com a certeza que seria uma "pegadinha" para nos prejudicar, até.
    Comentamos com um deles que já tínhamos visto indignação e aborrecimento pelo não pagamento de valores devidos por direito, mas esta seria a primeira vez que alguém reclamava por ter o bolso cheio ... rsrsrsrs

    Creio que de tanto rogarmosem orações à Nossa Senhora desatadora dos nós , a Santa Mãe nos ouviu e nossos apelos foram atendidos.

    Se quisermos lograr êxito em tudo o que se refere ao Aerus e seus participantes e familiares, é preciso que estejamos todos do mesmo lado e o idioma falado seja comum entre todos .
    Grande abraço .
    Vamos curtir as olimpíadas , que será um espetáculo ímpar e maravilhoso!

    Sidnei Oliveira
    Assistido Aerus RJ
    Associado à APRUS ( pagante desde 2001)

    ResponderExcluir
  15. Vamos por partes.
    Contatos com os deputados e senadores foram IRRELEVANTES À NOSSA CAUSA.
    As reuniões de supostos acordos foram todas em vão.

    Os PLs que a presidente mandou para essa corja votar no congresso eram decisões judiciais, nem a tal president(a) poderia VETAR, pois eram obrigatórios de sua autoria, sob pena de improbidade administrativa.
    Se o tal CONGRESSO não aprovasse uma PL de pagamento de decisão judicial a presidente VETARIA.
    Observa-se que não são precatórios judiciais.
    Então não vejo a participação benéfica da sindicada, nem de seus ABnegados, em caixa alta pra quem sabe o que significa o prefixo AB.
    Lembro que são 3 pelo menos, ações jurídicas, sendo que as mais importantes são a da VARIG de 1993, a do sindicato de 2005, e a terceira fonte que o AERUS deixou prescrever e ainda luta, porque só judicializou em 2003.

    A ação civil pública do sindicato é obrigatória por direito constitucional de defender seus associados, não de pessoas, nem de funcionários é DEVER DEFENDER seus associados.
    Quando a decisão é jurídica reconhecendo os direitos violados, não vejo milagres de nossa senhora de po... nenhuma.
    fui..

    ResponderExcluir
  16. corrigindo o texto acima : "e-mails cheios de dúvidas"

    ResponderExcluir
  17. Caro Sidney, sou Aerus, Aprus, Amvvar. Não sou Cut - PT enrolações com Políticos não me interessam, muito menos mensageira da Fentac, com objetivos eleitoreiros, ou quais são? Defender tanto assim o que nem lhe pertence? Meu Apoio é sim à Aprus!!!
    Abs
    Heitor Volkart

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Volkart ;

      sim, somos dois : também nunca fui chegado a CUT, tampouco ao PT.
      É natural , dentro do espírito democrático, que as opiniões divirjam eventualmente . Somos todos Aerus e muitos pela Aprus ( pagantes) ; entretanto pode-se observar - excluídas as antipatias, rusgas e outros "senões" - que a Sr. Graziela merece um preâmbulo à parte, pois tem-se mostrado solícita em informar frequentemente os associados via "youtube" , tem bom trânsito junto a parlamentares e , inclusive, junto ao Supremo e, ainda, demonstra grande capacidade de persistência em favor de um todo .
      Contudo, isto não afasta o mérito de outras entidades , muito ao contrário.
      O que quisemos propor a refletir, é a questão da uniformidade, convergência e a busca do mesmo objetivo ( mentalidade de trincheira). Nisso não pode haver idiomas distintos . Podemos não ter assim muita afinidade na mesa de um bar ou no clube, mas quando se trata de derrubar o inimigo, então devemos dar as mãos e resolver o problema juntos.
      Essa é a nossa posição. Mas a sua e de outros será sempre plenamente respeitada.
      Grande abraço olímpico e um ótimo final de semana.
      Sidnei
      mas

      Excluir
  18. Quando eu estava associado à APRUS, participei da representação de um documento que foi endereçado à Corte Internacional de Direitos Humanos. Até hoje, não recebi ou ouvi qualquer informação sobre o resultado obtido com um documento que custou caro e representou o pleito dos associados junto aquele organismo internacional!

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-