quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Senador Paim, que vergonha!

Heitor Volkart
Senador, que barbaridade, que vergonha!

Quando em meados de 2014 recebia os seus e-mails dizendo que o PT tinha as suas imperfeições, mas que tinhas as suas próprias convicções e princípios, com um belíssimo discurso no Plenário, na Páscoa, acreditei, mas logo descobri que eras um demagogo, enganador dos Aposentados e também do Aerus, um Protelador dos PLs no Congresso a mando do PT.



Mas hoje vejo mais, porque tirastes a máscara por completo, és, no mínimo, conivente com tamanha incompetência, com tamanha roubalheira, com fraudes e mentiras deste Governo, caramba! 

Ter orgulho disto, é porque és um deles! Que Vergonha! Que Parlamentar és?

Eu, como Gaúcho, estou envergonhado, e como Beneficiário do Aerus estou é revoltado, com o que este seu Partido e os governantes dele, fizeram com os Aposentados do País, e tens Orgulho?

Sinceramente, que Vergonha!    
Estou enviando este e-mail com cópia para o Blog, para que todos saibam quem és!  
Título e Texto: Heitor Rudolfo Volkart, 30-8-2016

Relacionados:

39 comentários:

  1. Ora Senador P Paim, que papelão, o senhor foi à tribuna fazer proseletismo da sua dedicação a "presidenta" afastada que tentou, via AGU, prejudicar os aposentados. Nunca acreditei nas suas promessas, Excelência!Alberto José

    ResponderExcluir
  2. Mentiroso, mentiu até não poder mais; mentiu tato, tanto que agora, em momento decisivo, foi incisivo em sua postura traidora, e mostrou a verdadeira face: senador enganador; dos aposentados um falso protetor!

    ResponderExcluir
  3. O paim é apenas mais um rato abandonando o navio!! faz parte da politicalha que só pensa em benefício próprio e pula de galho em galho, conforme os interesses! infelizmente temos políticos demais neste país, e somos reféns desses bandidos de colarinho branco! até quando? Anita Driemeier

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anita,
      Sempre o julguei um 'voraz' demagogo. Mas, veja, o discurso dele em favor da Dilma não é de um rato abandonando o navio, mas sim, de um rato afundando com o navio!

      Mas como é gaúcho, isto é, como se sustenta com os votos dos nossos compatriotas do Estado do Rio Grande do Sul, compatriotas que, segundo as pesquisas que vão sendo publicadas, estão indecisos, para a prefeitura da capital, entre Raul Pont e Luciana Genro... não me admiraria que o senador seja reeleito, em 2018.
      Até lá, os gaúchos terão esquecido.

      Excluir
  4. Colegas do AERUS e demais amigos, bom dia.

    Em poucas horas veremos o martelo do juiz bater com o veredicto final de uma punição mortal para o PT e seus integrantes, principalmente os principais (Lula, Dilma e José Dirceu), por tudo de ruim que fizeram com nosso País, especialmente conosco ex-funcionários daquela que foi a maior e melhor companhia aérea da América Latina e hemisfério sul: a VARIG S.A., além de terem contribuído para a quebra também do nosso plano de previdência complementar o AERUS, tirando assim de todos nós praticamente tudo o que construímos ao longo de vários anos de dedicação como trabalhadores da aviação brasileira.

    A justiça de Deus funcionando mais uma vez, e diante de nossos olhos!

    ResponderExcluir
  5. Esse cara é mais um da quadrilha

    ResponderExcluir
  6. Paulo Paim, enganou a nós aposentados durante anos, temos que lembrar que ele na última eleição só conseguiu se eleger pelo apelo que fez a nós pelo voto e com as promessas não cumpridas, sempre empurrou com o barriga.
    Flavio

    ResponderExcluir
  7. Aderval Pires Gomes31 de agosto de 2016 14:33


    Sinto vergonha de mim por ter feito campanha para esse senador, porque estava ruim das pernas para ser reeleito, então por força do nosso grupo brasilparavaler enviei e-mail para todas as associações do RS pedido ajuda para esse nefasto senador, com a nossa ajuda muitos votaram nele, o que depois das eleições ainda recebemos e-mail da sua assessoria nos agradecendo pela ajuda, uma tremenda farça,
    abrs.

    Aderval Pires Gomes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Aderval, entendi sua posição, afinal "este tal" Senador enganou muita gente, não somente a nós do Aerus.
      Se me permites, lhe peço que nas próximas Eleições, envie novamente e-mails, mas desta vez recomendando que não votem mais Um Abraço!
      "Agora tem que ser brasilparavaler!"
      Heitor Volkart

      Excluir
  8. Eu não estou defendendo o Senador Paulo Paim,longe de mim pensar assim, mas me causa espanto que tantos aqui estão criticando o Senador por ele defender sua amiga Dilma Rousseff. Se ele fez e faz isto ele hoje perdeu com o afastamento de sua amiga particular. Ele e seu partido perderam. E se ele nos prejudicou em relação ao AERUS ele tem que ser cobrado por isto. Estou realmente surpreso por ele ter tido duas faces em relação a nós. Mas ele tem que ser cobrado se ele fez isto. Duas faces em relação ao nosso Aerus não é possível. Abraços fraternos.

    ResponderExcluir
  9. Eu compartilho com o pensamento sensato e equilibrado do nosso amigo José Paulo de Resende. Não vou fuzilar o senador Paim por querer ser amigo da ex-presidente, ou por ser fiel ao PT. Até hoje não o vi, contrariando ao seu próprio partido, votar contra os aposentados. Ao contrário, todas as vezes em que ele tem oportunidade, inclui Emendas em favor dos aposentados nos projetos circulantes. Votar a favor dos aposentados não o obriga a ter ódio do PT ou de Lula e Dilma, conforme desejam muitos aposentados.O dia em que ele votar contra os aposentados, contra seus três projetos que corrigem a injustiça que nos fazem, ai sim, serei um crítico implacável! É óbvio que ele não está sendo inteligente ao não sair do PT, o que lhe proporcionaria maior chance de alavancar a sua carreira política, além de contar com o apoio total e irrestrito de TODOS os aposentados, porque, um grande índice de segurados mais carrancudos e radicais, não admitem que ele não queira sair do PT ou que não odeie a Dilma. É uma opção que só cabe a ele e não da vontade alheia.
    Almir Papalardo.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Almir, o articulista afirma que Paulo Paim é enganador.
      Votar "a favor" dos aposentados, sabendo, de antemão, que esse voto é inócuo não significa, consequentemente, que ele seja a favor dos interesses dos aposentados, é só um voto... para a galera.

      Também me pareceu que Heitor comunicou de imediato a sua indignação ao assistir ao discurso desse senador. Compreendo muito bem a indignação de Heitor, pois eu senti o mesmo, só não tive a competência de passar para o papel e dividi-la com milhares de leitores.

      Comparando a veemência desse discurso com a entrevista que ele deu à revista Veja em dezembro do ano passado (link em comentário anterior), é de lascar!

      Excluir
    2. Amigo Jim, o que importa se Paim é um enganador? Aliás, somos muito bem servidos em Quantidade mas muito pouco em Qualidade de parlamentares, onde contamos a dedo os políticos que merecem de fato prestar serviços legislativos ao Brasil. O voto do Paim pode até ser inócuo como você afirma, mas seus discursos sempre nos defendendo (também não importa que sejam falsos), evita que caiamos num sepulcral silêncio, que esvaecemos dolorosamente perante a mídia, onde ninguém quer abrir a boca para nos reconhecer e considerar, quando somos na verdade a categoria mais desprezada, odiada, descartada e esquecida da sociedade. Ninguém quer saber de aposentados!! -"Aposentado bom é aposentado morto"- uma sentença que já fui obrigado a ouvir muitas vezes. Portanto, se Paim é mentiroso, se é falso, pouco me importo, desde que ele continue a falar nos nossos problemas, votando sempre a nosso favor, condenando as sacanagens que nos fazem! Nisso sou um observador severo e se não aceitar alguns de seus procedimentos, simplesmente não dou meu voto a ele e pronto, está resolvido o meu problema!! Não me esqueço também que sou grato pelos seus três projetos favoráveis aos aposentados, e que foi por ele aprovado no Senado. Portanto, graças a esses três projetos do Paim, estou bem municiado para botar a boca no trombone e pedir sempre pelas suas aprovações...
      Abraços, Almir Papalardo.

      Excluir
    3. Amigo Almir Papalardo eu disse e repito que não estou defendendo o Senador Paulo Paim, mas bem ou mal ele esteve ao lado dos aposentados e pensionistas do AERUS ( E participou ativamente com o grupo de aposentados que por diversas vezes acamparam no Salão Verde do Congresso Nacional ). Será que tudo que ele fez é falso? Será que ele somente representou para todos? Não posso crer nisto, mas se ele o fez e se for provado que ele enganou os aposentados e pensionistas do AERUS então será julgado e prestará contas de suas atitudes ao ser Supremo ( DEUS PAI )e ainda perderá toda a credibilidade perante a nós do AERUS como dos Aposentados Brasileiros. Temos que cobrar dele esta situação que agora está posta. Isto é o mais sensato. Vamos escrever para ele e cobrar dele para que se explique perante a todos. Nós Aposentados e Pensionistas do AERUS tivemos por muitas vezes o apoio e a solidariedade da parte dele.Então temos que ter todo o cuidado ao julgar o mesmo agora. Se ele tem culpa no cartório será expurgado por todos nós, inclusive por todos os Aposentados Brasileiros. Abraços fraternos grande amigo e lutador Almir Papalardo

      Excluir
    4. Prezado Almir, entendo a sua pragmática opinião e concordo com ela. Como disse Chou en-Lai "Não interessa a cor dos gatos desde que cacem ratos". Portanto, o importante para a causa é que ela seja lembrada, falada no parlamento.

      Excluir
  10. resultado mostra que a anta caiu primeiro que o capivara.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rochinha,
      Considerando o tal fatiamento do voto, Eduardo Cunha caíu primeiro. No próximo dia 12 ele terá os seus direitos políticos mantidos, como Dilma manteve os dela!

      E o senador Caiado faz muito bem em se afastar da base do governo por discordar dessa complacência de Renan Calheiros e parte do PMDB...

      Excluir
  11. Precisamos limpar esse congresso ,temos que tirar todos os caciques que estão arquitetando interesses próprios ,tanto PT ,PMDB,PSDB e uns mais .Os brasileiros vão chegar e vão enxergar que coisas estão sendo tramadas e o povo esta acordando .Então será um outro episódio a ser apurado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Premio de consolação. O STF o bom senso e o Senado, tiveram ao
      menos,o bom senso, de que essa murrinha, não tem condições de governar o país Eles os políticos estão blindados.
      Nós o povo estamos abandonados. Não temos constituição, STF, Congresso, e nem Forças Armadas. Tudo aparelhado. realmente estamos no comunismo.
      Estou muito triste. Janda

      Excluir
    2. Sim. O Brasil está aparelhado até ao tutano. Vide a recente descoberta da fotografia da VICE PROCURADORA-GERAL da República Federativa do Brasil, ao lado do 'sociólogo' de Coimbra, Boaventura dos Santos, em ato contra o presidente da República, Michel Temer.

      Excluir
  12. Prezados, gostaria de três observações.
    - Caro Almir, é exato o ponto que Jim esclarece, esta defesa do Aposentado deste Senador é enganadora, e quanto a ele defender Dilma eu já sabia, ele é um deles.

    - Rochinha também acho que a Anta caiu antes, pois a capivara continua sendo Deputado.
    - Jim, concordo plenamente com seu pensamento em relação ao Senador Caiado.
    Vejam, o Presidente da República, quer agora articular com Lula, é só o que faltava.
    Abs,
    Heitor Volkart

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado amigo Heitor: Conforme já respondi ao Jim, a defesa do Paim pode até ser falsa, mas é a única que temos entre os senadores, e entre os deputados, a do Arnaldo Faria de Sá. Estes falam insistentemente nos nossos problemas. É muito pouco para que tenhamos alguma representatividade dentro do Congresso. De outros mais parlamentares que eventualmente já ouvimos falar em aposentados, o fazem esporadicamente, em ocasiões específicas, não voltando mais a falar nos nossos problemas, pensando, com toda a certeza, que têm assuntos mais importantes para debater, pois velhos já estão no fim da vida mesmo, com um pé na cova, não valendo mais a pena se preocuparem! É triste mais é verdade!
      Almir Papalardo.
      Almir Papalardo.

      Excluir
  13. Eu vejo pelo lado pragmático.
    Não precisarei escrever o aforismo do saco de laranjas que contem algumas podres.
    Porém devo lembrar que para encontrar as podres temos de tirar todas do saco.
    Haverão àqueles que dirão que certas laranjas podres podem ser aproveitadas.
    Eu tenho opinião formada, vivo comentando sobre prevaricação que é um crime previsto na constituição.
    Se há laranjas podres na política, as ditas laranjas honestas, estão contaminadas, por isso só nos resta ter consciência política de que ou jogamos o saco fora, sequer façamos doces, ou ficaremos centenas de anos discutindo sobre corruptos.
    Sei que muitos são contra intervenções, deixo a pergunta:
    Como limpar essa sujeira?
    Nossa política é uma fossa entupida.
    o Voto ainda é de cabresto, seja por cargos, ou por pratos de comida.
    Vivemos a ideologia contaminada.
    Tudo é racismo, tudo é homofobia, misoginia, misandria...
    O todo é lotado de forças ocultas.
    Não há moral nem ética.
    Discute-se partidos políticos diferenciados por siglas mas com objetivos comuns.
    Saímos da ditadura militar e entramos na ditadura das elites burguesas, embora as mortadelas me chamem de burguês.
    É o popular sobre o erudito.
    Quando descobrirem que quem livrou a França dos burgueses foium fanático chamado Napoleão, que apesar das loucuras de Hitler a a Alemanha construiu uma grande nação.
    Eu procuro nas hordas brasileiras quem seria nosso Hitler ou nosso Napoleão, e apenas encontro tribos selvagens defendendo a burguesia que comanda nosso política desde a constituição de 1824.
    Corruptos com JK são endeusados, e governos malditos valorizados.
    Precisamos de outros Getúlios, e peço desculpas pelo meu paradoxo.
    Nas horas de desespero em que comemos merdas putrefatas, qualquer merda fresca é mais salutar.
    Revolta-me saber que a única estrutura ética que tivemos foram os militares.
    Somos covardes desarmados.
    Temos de ser valentes com o voto, mas para isso precisa-se de cultura.
    Fui...

    ResponderExcluir
  14. Colocando de parte os interesses dos aposentados pelo INSS e os do AERUS, e me atendo ao título do artigo "Senador Paim, que vergonha!" deixo duas perguntas para os prestigiadores comentaristas:

    Leram a entrevista que o senador deu à Veja?
    Assistiram ao discurso referido no artigo?

    Se a resposta for afirmativa às duas questões, fica a terceira pergunta:

    O malabarismo dialético, ou a incongruência entre os dois "discursos" (o da revista e o do senado defendendo a ex-presidente), não vos causa cócegas?

    Abraços e beijos./-

    ResponderExcluir
  15. Vamos Expor aqui , neste blog democrático, nosso ponto de vista após leitura das opiniões diversas dos demais.
    Disseram , certa vez, que o único político que andou na linha o trem matou.
    Segundo Victor Lasky, " Na política não há amigos, apenas conspiradores que se unem" . Por outro lado , Platão argumentou : " O preço a pagar pela tua não participação na política é seres governado por quem é inferior".
    Vejamos aqui duas posições similares na política, sendo a primeira de um líder comunista e a segunda de um renomado presidente capitalista:
    "Existem dois tipos de políticos: os que lutam pela consolidação da distância entre governantes e governados e os que lutam pela superação dessa distância" ( Antonio Gramsci).
    " A demagogia é a capacidade de vestir as ideias menores com palavras maiores " ( Abraham Lincoln).

    O político foco do tema na pauta , desde que os assistidos lutam pelo restabelecimento das aposentadorias , sempre demonstrou apoiar a nobre causa junto ao parlamento , em Brasília. Entre 2006 e 2015 enviamos incontáveis e-mails ao senador Paim, a fim de que intercedesse por todos nós. Seus pronunciamentos na tribuna , no púlpito, perante o presidente da Casa Legislativa pareceu-nos sincero e determinado a apresentar resultado satisfatório em prol dos aposentados do Aerus. Esta não é uma apologia ou defesa do parlamentar, muito menos e jamais em favor do Partido dos Trabalhadores.
    Por outro ângulo, o fato de ele ser fiel ao PT, coadunar com a essência daquele nefasto partido, nada influi no atos em plenário , a favor dos assistidos . As preferências pessoais de Paulo Paim são exclusivas e pessoais , embora não estejam de acordo com as nossas, porém demontra coerência entre Paim e o partido.
    Todas as vezes em que encaminhamos e-mails ao referido senador, sempre vieram prontamente as respostas em seu nome ( através, claro, da assessoria).
    Por esta razão , não podemos ( ao menos o signatário) desdenhar o famigerado político. Não temos conhecimento conclusivo e com plena firmeza, de que ele tenha faltado com a verdade, prevaricado ou cometido deslize(s) no âmbito da política . Como em tudo na vida tem dois lados, muitas vezes acreditamos que tudo esteja claramente exposto e claro como água, mas em geral, somos passíveis de cometer equívocos por não saber com exatidão aquilo que realmente ocorreu . Entretanto , esta é uma opinião pessoal nossa, a qual apenas estamos apresentando aos demais deste grupo.
    Finalizando, acrescentamos o fiasco jurídico que foi o impeachment da presidente afastada.O parágrafo único da CF , art 52 é claríssimo .
    Para deferir o pedido, o presidente do STF teria citado artigos extraídos do regimento interno do Senado e da Lei 1.079. Fez isso mesmo sabendo que a Constituição se sobrepõe à legislação infraconstitucional
    o presidente do Supremo equiparou o julgamento do impeachment à análise de uma proposição ordinária, passível de ser emendada.
    Dessa forma , aplicaram o artigo 312 do regimento do Senado, que faculta aos partidos requerer o destaque de trechos de propostas submetidas à deliberação dos senadores para que sejam votados separadamente. Alguns senadores do PMDB que votaram a favor do impeachment viraram a casaca na segunda rodada ( fatiamento do art 52) – * UOL notícias – política *

    Conversando estes dias com uma senhora servidora de um órgão público, que diz ter conhecido Brizola e os bastidores de Dilma, o que o senado fez foi admitir que Dilma , de fato , não é culpada pela pena imposta
    ; tanto não houve crime , que a eligibilidade foi mantida e garantida.
    Isso é um "espanto" .... mas não deve haver retrocesso .
    Pode-se concluir , pois, que muitos daqueles são "lavagem da mesma poçilga".
    Grande abraço a todos.

    Sidnei Oliveira
    Assistido Aerus RJ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezados e Caro Sidnei, entretanto, isto é uma opinião sua e não nossa, a minha continua sendo a mesma.
      Quanto a "Fatiarem" o impeachment, não tem nada a ver com Dilma. Creio tratar-se de interesses comuns a todos os Políticos envolvidos com a Lava-Jato, pois estão abrindo uma Jurisprudência, que vai beneficiar a todos que por ventura sejam Cassados!

      Para variar os Políticos são acima de tudo os principais guardiões de seus votos e não de proteger o povo, e é assim que classifico o Senador em questão no Artigo acima.
      Não concordo com Vc!
      Sem mais "polêmicas".
      Um Abs,
      Heitor Volkart

      Excluir
  16. Olá, Sidnei!
    Repito os meus agradecimentos pela sua consideração pelo nosso blogue.

    Quanto à Democracia aqui encontrada e praticada é uma corriqueira obrigação. Democracia que você, Sidnei, interpreta da mesma maneira que nós a interpretamos: a capacidade e faculdade de ouvir/ler os outros com opiniões diferentes e ou antagónicas sem deixar de estimá-los.
    Este conceito de Democracia nos fascina e motiva. Nos tempos atuais brasileiros faz-nos muito bem relembrar (e divulgar) o que entendemos por Democracia.

    É um conceito bem diferente daquele praticado por partidos como o PT, partido do senador Paulo Paim.

    Antes de continuar o meu comentário, preciso dizer que ele só será entendível pelo leitor que tiver assistido ao discurso que motivou a indignação de Heitor Volkart e lido a entrevista que o senador deu à revista Veja.
    Porque quem assistiu à defesa da ex-presidente do Brasil no discurso desse senador, quase ultrapassando em histrionice os dos senadores Lindbergh Farias, Gleisi, Vanessa e Regina Bezerra… e depois vai reler a entrevista à Veja em dezembro de 2015… constata que achou, não um Pokémon, mas um tremendo demagogo (mais um) troca-tintas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Percebi que o discurso de campanha da presidente Dilma Rousseff foi um e a realidade dos fatos se revelou outra. Achei que era hora de mudar de rumo. Vou sair do PT. Issoé certo. Mas ainda não sei com certeza para onde vou."

      "Sou contra o impeachment porque estou convencido de que não há motivos jurídicos. Mas não gosto da palavra golpe. Não é a primeira vez que se levanta a palavra impeachment no Brasil. Nós, no PT, a levantamos muitas vezes."

      "Conheço a Dilma há pelo menos trinta anos. Tenho carinho por ela, mas reconheço que é difícil no diálogo, na conversação e na política. Política é uma arte. Você pode até dizer não, mas explica porque disse não. Ela, por exemplo, acabou de vetar alguns projetos meus e nem sequer me chamou para uma conversa."

      Pois é, quis dar a parecer um parlamentar moderado... em uma revista da grande mídia golpista...
      Aí, você assiste ao discurso dele!... Porra, meu!

      Excluir
  17. Prezados, a Democracia requer cultura, no nosso Brasil, estamos somente com uma minoria que atinja este patamar, só o teremos a longo prazo, e se tivermos, escolas de período integral, para podermos tirar das ruas os jovens e adolescentes, pois os mais carentes é que estão se proliferando, de uma maneira maior que estamos imaginando. E esta Democracia, ainda tem muito a aprender.

    E Políticos que se aproveitam desta população que aceita tamanha demagogia, temos muitos.

    E concluindo, um Senador que se "orgulha" do que está acontecendo no País, que se "orgulha" de tamanha incompetência e roubalheira, sinceramente, este só posso dizer: Que Vergonha! Senador Paim.
    Heitor Volkart

    ResponderExcluir
  18. Volto a escrever minhas baboseiras, e entendam como quiserem.
    Vossos conceitos de DEMOCRACIA, em sua maioria estão muito defasados da realidade.
    O que é DEMOCRACIA?
    O significado da dicionário de governo soberano pelo povo está redondamente ERRADO.
    É apenas um governo sancionado pelo povo, onde o povo não tem soberania nenhuma.
    Voltando no tempo, os gregos implantaram um sistema de impostos, para garantir o sustento dos velhos e do mecenato. O povo elegia seus líderes dentro de uma lista pré estabelecida de velhos e cultos. Esse princípio fundamenta de previdência foi chamado de governo do povo ou DEMOCRACIA, mas não era tão democrático quanto se pensa.
    DEMOCRACIA É UMA UTOPIA.
    Prefiro eu na minha ignorância, continuar pensando que a previdência é o único conceito basilar de uma democracia.
    Vós estais a discutir, sobre os elegidos ou eleitos pelo povo para praticarem a tal DEMOCRACIA BRASILEIRA.
    Já comentei que são laranjas podres dentro de uma saca.
    Ou troca-se a saca toda, ou fica-se a discutir qual presta ou não presta.
    Nós do AERUS ganhamos a antecipação de tutela por meios jurídicos, nenhuma participação política nos ajudaram, e creio que parti de vós esse entendimento.
    Vou tentar exemplificar:
    Nossa luta pela defasagem tarifária esbarra em entraves políticos no STF, quereis vós entender ou não.
    Paulo Paim e outros, muitos outros, praticam um teatro em volta da questão,jurídica decidida no TRF1.
    Parece o voto do impeachment:
    PELO AERUS, PELOS APOSENTADOS, DA VARIG, PELOS SOFRIDOS VELHINHOS, POR MINHA FAMÍLIA ETC E TAL... EU VOTO SIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIM.
    CHAMEM OS FOTÓGRAFOS.
    VOU LEMBRAR MAIS UMA VEZ. PROJETO DE LEI DO EXECUTIVO PARA PAGAR DECISÕES JURÍDICAS NÃO PODE SER VETADO PELO CONGRESSO.
    Retornando ao conceito de democracia.
    Os petistas dizem que em CUBA há democracia, porque o parlamento é eleito pelo povo e o parlamento elege o chefe de estado.
    A CHINA e a COREIA DO NORTE possuem parlamentos.
    Volto a questão absurda, de que o parlamento é quesito "sine qua non" para ter-se democracia.
    Não, não é.
    Democracia infelizmente não se aprende, se pratica, e exige-se apenas prática.
    Duverger já manifestara sua opinião de que o pluri partidarismo é corrupto por causa dos conluios de maioria congressual.
    APVAR, AMVVAR e ACVAR, nossos sindicatos, apesar de presididos por eleitos tiveram crise democráticas.
    Eu vou deixar meu legado para vós.
    DEMOCRACIA NÃO EXISTE SEM HONESTIDADE, e sinto muito em terminar dizendo que honestidade vem de berço.
    bom dia...

    ResponderExcluir
  19. Para justificar e reforçar minha tese contrária aos ataques feitos ao senador Paim, copiei abaixo uma matéria que por si se explica. Enquanto ele estiver agindo em favor dos aposentados, mantenho minha coerência de não criticá-lo, abstendo-me de questioná-lo se ele ainda é um petista fiel, mesmo tendo declarado intenção de sair do partido. É contraditório? É, sei disso! Mas qualquer pessoa tem o direito de mudar o pensamento, principalmente se num determinado momento estiver de "cabeça quente".
    Almir Papalardo.
    -----------------
    Programa de Recuperação do Poder Aquisitivo dos Benefícios das Aposentadorias e Pensões
    SENADOR PAULO PAIM - Registro sobre o PLS 302/2016 - Programa de Recuperação do Poder Aquisitivo dos Benefícios das Aposentadorias e Pensões - 03.08.2016

    Apresentei uma nova proposta. O Projeto de Lei do Senado nº 302/2016 institui o Programa de Recuperação do Poder Aquisitivo dos Benefícios das Aposentadorias e Pensões, ...
    ... estabelece as diretrizes para o reajustamento dos benefícios das aposentadorias e pensões dos segurados do Regime Geral de Previdência Social, com renda mensal superior a um salário-mínimo, ...
    ... a fim de preservar, em caráter permanente, seu valor real, em conformidade com a Constituição Federal.
    Senhoras e Senhores,
    A atual Política Nacional de Valorização do Salário-Mínimo (baseada em relatório de minha a autoria) garante reajuste pelo índice da inflação, um aumento real, com a aplicação do percentual da taxa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos anteriores.
    Com isso, os benefícios das aposentadorias e pensões concedidas pela previdência pública de até um salário-mínimo tiveram uma substancial recuperação de seu valor real.
    Senhor Presidente,
    A mesma sorte, no entanto, não tiveram os aposentados e pensionistas com renda mensal superior a um salário-mínimo.
    Nesse contexto, estamos propondo o Programa de Recuperação do Poder Aquisitivo dos Benefícios das Aposentadorias e Pensões, que irá contemplar cerca de dez milhões aposentados e pensionistas do Regime Geral de Previdência Social, que ganham acima do valor do salário-mínimo.
    A medida se faz necessária, pois, de acordo com a Confederação Brasileira de Aposentados, Pensionistas e Idosos – COBAP, desde a criação do Real, em julho de 1994, em termos percentuais, as perdas dos aposentados
    e pensionistas já alcançam 84,77%.
    Ainda que nossa proposta possa representar uma despesa extra para os cofres públicos e a despeito de não corrigir ainda a grande defasagem que hoje atinge os valores dessas aposentadorias e pensões, ela abre uma perspectiva de redução dos efeitos perversos da inflação sobre os valores dos benefícios previdenciários.
    Era o que tinha a dizer,
    Sala das Sessões, 03 de agosto de 2016.
    Senador Paulo Paim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Almir! Te considero e admiro, como um grande batalhador em prol de todos Aposentados. Se este PLS 302/16, fosse seu, ou até de algum dos poucos Parlamentares que creio o fariam, eu acreditaria e levaria fé, mas deste Senador, não me convence mais, não acredito nem em uma palavra, mais, pois quem se orgulha do que Dilma fez e é, nem ela não se orgulha de si mesma, não merece minha credibilidade. Trata-se somente de uma estratégia eleitoral, pois ele sabe, que neste momento no Congresso, não aprovariam nada em relação à gastos com a Previdência, pelo contrário, pretendem e vão cortar gastos. Esta é a "chapa eleitoral" dele, mas é falsa, é enganadora, afinal ele, o Senador Paim não tem outra. Não sei o que ele faz no Senado, às vezes que o assisti pela TV Senado e outras ocasiões, foi só "encheção de linguiça"! Demagogia!
      Almir, sinto muito, mas não me convences, tens todo direito de pensar assim, mas eu não.
      Um Abs,
      Heitor Volkart

      Excluir
    2. Caro amigo Heitor, também o admiro pela firmeza de caráter e pelas suas convicções. Respeito os seus argumentos e nem me atrevo a contestá-los, afinal, estamos numa democracia, e todos têm o direito de ter os seus próprios conceitos. Mas, permita-me dizer-lhe sem intenção de maiores debates: Ele criou três projetos corrigindo as maldades feitas com os aposentados; assisti toda a sua aguerrida luta para aprova-los na sua Casa, o Senado, quando foi preciso realizar duas ou três vigílias, conseguindo afinal, o que parecia impossível. Aprovação! Agora eles se encontram trancafiados nas gavetas da Câmara, onde, como é óbvio, ele não tem a mesma força parlamentar. As vezes que algum daqueles projetos eram por descuidos dos líderes partidários aprovados no Congresso, foram perversamente vetados por Lula e Dilma. Ainda guardo esperanças que pelo menos o Pl 01/2007 (percentual único para todos os aposentados), venha um dia a ser aprovado, com o voto favorável do Paim.
      Um forte abraço, Almir Papalardo.

      Excluir
    3. Almir, meu Velho! Caríssimo! Não tem jeito, como Vc diz, "perversamente vetados por Lula e Dilma"!
      E ele, Senador Paim, se orgulha disto? Aí não dá! Um abs.
      Heitor Volkart

      Excluir
  20. Ok. Chegamos a um momento muito interessante: os discursos do Senador, os projetos de lei encaminhados, as genuflexões no Plenário (sobre o AERUS), etc... TUDO direcionado a um governo no Poder. Que, coincidentemente, é o Partido dele... Nossa! Grande Guerreiro!
    Esse 'grande guerreiro" sabendo, mais do que todos nós juntos e amarrados firmemente, que o governo do Partido ao qual ele pertence JAMAIS dará guarida às propostas desse samaritano senador, insistirá nas mesmas, para IMPRESSIONAR os poucos que, fielmente, acreditam nele e muito dependem desses projetos-lei.
    TODOS eles ignorados pelo Partido dos Trabalhadores! Que é o partido desse senador.

    E, fingidamente, ele concorda em dar um entevista à revista Veja. Leio-a e fico esperando a saída desse 'medalhinha' do PT...
    Aí, eis que chega o discurso desse cara defendendo a Dilma, defendendo o PT!
    Eu fiquei enojado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Continuo...
      Já no dia 1º de agosto de 2016, primeiro dia do governo de Michel Temer, o medalhinha entra com um lindo projeto "Programa de Recuperação do Poder Aquisitivo..."
      Aí, o governo Temer (podia ser o governo da Tia Benta) vai recusar aprovar...
      O que ele vai fazer? Vai fazer exatamente tudo aquilo que fez durante os últimos anos, isto é, a não ser receber medalhinhas e cantorias de Parabéns pra Você, não vai fazer nada, ou,
      agora testemunharemos um aguerrido senador contra um governo insensível aos trabalhadores aposentados?

      Excluir
    2. Prezados, Jim, até um cego e analfabeto em braille, percebe o que explicastes!
      Assim espero que os Gaúchos que o elegeram, não caiam mais nesta!
      Abs
      Heitor Volkart

      Excluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-