segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

As pichações e grafites devem ser apagadas?

O prefeito de São Paulo, João Dória, quer apagar as pichações que emporcalham a cidade de São Paulo. 


Você concorda/discorda? 

Participe da pesquisa na barra lateral direita »»

E se quiser acrescentar um comentário, não hesite em fazê-lo na caixa de comentários, aqui embaixo.
Obrigado. 

17 comentários:

  1. Para alguns ilícitos como esses, danos ao patrimônio público ou privado(pichações), deveria ser legalmente instituído o castigo físico("Chibatada no lombo em praça pública"), como pena alternativa, mesmo sendo menor de 18 anos; além do dever de indenizar ou recompor o estado original da coisa. Grafite, somente com autorização dos proprietários dos imóveis ou das autoridades responsáveis pela guarda e conservação do patrimônio, que caso não autorizado sujeitaria o autor às mesmas sanções das pichações. Voltando-se à idade média e aplicando sanções da Lei islâmica !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não confundamos os grafites, considerados expressões artísticas e culturais, com as pichações! estas, expressões da anarquia, do vandalismo e subdesenvolvimento daquele grupo social.

      Excluir
  2. Doria e os pichadores em pólos opostos: ele constrói valor, enquanto os vândalos só destroem

    Luciano Ayan
    A batalha política entre João Doria e os pichadores vai indo muito bem em favor do primeiro. Digamos que este conflito é aquilo que os advogados chamam de "causa ganha".

    Doria está no comecinho de seu mandato e não há informações para defini-lo como um case de sucesso ou fracasso, embora o começo está saindo melhor do que a encomenda. Mas o fato inegável é que Doria tem um histórico de empresário gerador de valor, e parece ter entrado com esse tipo de mentalidade na prefeitura.

    Para Doria, é fácil pensar em coisas em termos de como valor pode ser gerado. Nas empresas é assim que as coisas são. Quem não gera valor, está fora. Ao deixar a cidade mais limpas e lutar contra as pichações, ele oferece um ambiente com menos poluição visual aos pagadores de impostos.

    E do outro lado do combate, o que temos? Temos os pichadores, conhecidos por causar canos à propriedade alheia, atuar de maneira criminosa e só trazer estorvo ao povo. Quem já teve propriedade pichada sabe que deste tipo de baixeza só restam duas atitudes: permanecer com a propriedade danificada à contragosto, ou ter que gastar com pintura. Em ambos os casos, só temos destruição de valor.

    Por isso mesmo é só garantia uma boa comunicação que esta batalha já está ganha. E não vai adiantar que os pichadores se juntem para pichar de novo as vias que já foram limpas. Eles só vão reforçar o frame de que os pichadores, do lado da extrema-esquerda (que os apoia), estão destruindo valor, enquanto o prefeito está gerando valor.

    Eis uma batalha na qual Doria pode vencer tanto se os pichadores aceitarem as regras como se decidirem ir para o confronto.
    Luciano Ayan, Ceticismo Político, janeiro 24, 2017 às 12:47

    ResponderExcluir
  3. Sobre as PIXAÇÕES e GRAFITES que estão sendo cobertos em São Paulo:

    João César de Melo

    Em 2013, pintei um mural na rua da Consolação tendo autorização do dono do terreno. A despeito disso, o pessoal do Haddad foi lá e cobriu de cinza.

    Um mural que pintei em Rio Branco, no Acre, para um parque público, também teve o mesmo fim devido a uma canetada de um governo petista.

    Recentemente, um mural que pintei numa escola pública em Curitiba também foi apagado pelo novo diretor, conhecido por sua militância ao PT.

    Voltando a São Paulo, enquanto Haddad lindinho posava para a imprensa em eventos de grafite, ele mandava seu pessoal apagar outros trabalhos (de muitos outros artistas) na capital, como ocorreu no elevado Costa e Silva, o Minhocão, em março de 2016.

    Dei-me como exemplo apenas para mostrar que muitos outros artistas tiveram trabalhos apagados, sem que isso tivesse sido motivo de mimimi pelo simples fato do governo ser do PT. Agora, que o governo está "noutras mãos", tudo passa a ser um absurdo.

    Então, se voce não deu faniquito sobre isso antes, cale a boca, fique quieto, não seja ridículo.
    João César de Melo
    https://www.facebook.com/profile.php?id=100001189809733

    ResponderExcluir
  4. Eu particularmente não gosto daqueles monstrengos que pintam por aí...diem que é cultura mas prá mim não!Falei!

    ResponderExcluir
  5. A mídia engajada continua no diapasão que "Dória quer apagar tudo e todos de São Paulo"!
    Não é do cacete, é assim mesmo que eles agem.

    ResponderExcluir
  6. As pichações , sim, devem ser apagadas totalmente e esquecidas !
    As obras artísticas dos gênios " Street painters" como Kobra devem ser
    preservadas e incentivadas para colorir o mundo !

    Sidnei Oliveira

    ResponderExcluir
  7. 'Lugar de pichador é na prisão', diz Doria
    http://bit.ly/2kROxBk

    ResponderExcluir
  8. 37 concordam com o prefeito.
    1 pessoa prefere "ficar em cima do muro".

    ResponderExcluir
  9. Fechada a enquete.
    Muito obrigado pela participação.
    38 pessoas concordam com o prefeito; uma pessoa optou por 'ficar em cima do muro'.

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-