quarta-feira, 17 de julho de 2019

Mistério do voo MH370. “Carga misteriosa de 90 quilos” adicionada ao manifesto após a decolagem

Investigadores franceses detectaram num relatório uma carga de 90 quilos, de conteúdo desconhecido, que só foi acrescentada ao manifesto depois da decolagem

Imagem: Fazry Ismail/EPA
Observador

O maior mistério de sempre do mundo da aviação tem uma nova página. Os investigadores do desaparecimento do voo MH370 da Malaysia Airlines descobriram que, depois de descolar, foi acrescentado ao manifesto do avião “uma carga de 90,7 quilos”. E o conteúdo é tão misterioso quanto o desaparecimento do aparelho, que, naquela noite de março de 2014, levava 239 passageiros a bordo.

Ghyslain Wattrelos, um engenheiro francês cuja mulher e os dois filhos seguiam a bordo do MH370, disse à imprensa francesa que a “carga misteriosa” foi descoberta num relatório sobre os passageiros e as bagagens. Este relatório foi redigido por investigadores franceses que estão à frente do caso. A França é o único país que ainda mantém aberta a investigação ao caso, segundo o Telegraph.

O francês diz também que um dos contentores que o avião transportava tinha peso a mais. “Ninguém sabe porquê”, comenta o engenheiro. “Pode ter sido incompetência ou manipulação. Tudo é possível”, acrescenta.

Os investigadores dizem que vão levar um ano a processar os novos dados. Afirmam, no entanto, que a carga – até agora desconhecida – reforça a teoria de que o piloto fez o avião cair propositadamente. Mas não explicam exatamente porquê.


O MH370 desapareceu a 8 de março de 2014 enquanto viajava de Kuala Lumpur para Pequim. Apenas 38 minutos decorridos desde que descolou, o avião perdeu o contacto com a companhia aérea. Até hoje, pouco ou nada se sabe sobre este desaparecimento. Mas são muitas as teorias sobre o que terá acontecido.

Terá o avião sido abatido num exercício militar entre os Estados Unidos e a Tailândia? É uma hipótese levantada pelo livro “Voo MH370: O Mistério”, do autor britânico Nigel Cawthorne.

Terá sido desviado para ser usado no futuro num ataque terrorista? Apesar de remota, esta teoria é uma das que mais circula na internet. Há ainda quem diga que o avião foi destruído por uma arma misteriosa, que aterrou numa ilha remota ou que terá sido desviado pelo Governo russo, a mando de Vladimir Putin.


Certo é que o avião nunca foi encontrado, os 239 passageiros continuam desaparecidos e a busca pelo MH370 é já a mais cara da História.
Título e Texto: Observador, 17-7-2019

Relacionados:

Um comentário:

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-