sábado, 2 de julho de 2016

Seis bandidos fazem arrastão em rua de Botafogo

Gustavo Goulart

PM teria sugerido à vítima, que rastreou celular, 'ir por meios próprios até o local'

Seis bandidos armados com pistolas, entre eles uma mulher, fizeram um arrastão na manhã desta sexta-feira em Botafogo, próximo ao Cemitério São João Batista, deixando apavorados os motoristas que estavam presos em um congestionamento. Os criminosos, em três motocicletas, agiram por volta das 7h30m, na altura do número 18 da Rua Pinheiro Guimarães. Pelo menos seis pessoas foram assaltadas, entre elas o administrador de empresas Rodolfo Aguiar, que teve a moto, avaliada em R$ 30 mil, o celular e documentos roubados. Outra vítima, o oficial de justiça Ricardo Mamede ficou sem o celular e a carteira. Os dois registraram a ocorrência na 10ª DP (Botafogo).

"O ESTADO ESTÁ FALIDO"

Além do susto de ter uma pistola apontada para a cabeça, após o crime, Rodolfo Aguiar ainda se deparou com uma surpresa desagradável, ao pedir ajuda à Polícia Militar. Ele contou que seu pai rastreou o telefone roubado, que tinha um sistema de localização, e descobriu que o aparelho estava em um apartamento no bairro do Rocha. Ao descobrir isso, de acordo com Rodolfo, ligou para o 190, mas não obteve ajuda:

— A sugestão que nos deram foi ir até perto do local onde estava o celular, por meios próprios, procurar um carro da PM e tentar ir ao imóvel. Achei totalmente descabido e não fiz isso. Fui somente à delegacia. O estado está falido.

Em nota, a Secretaria estadual de Segurança informou que houve um mal-entendido por parte do atendente. O funcionário já foi identificado e passará por reciclagem.

Na delegacia, Rodolfo e Ricardo contaram que um dos assaltantes chamou a atenção das vítimas: uma mulher, de aproximadamente 25 anos, de calça jeans e camiseta, com uma pistola preta. Ela estava na garupa de uma das três motocicletas usadas pelo bando.

— Eu estava indo para um exame médico e fui fechado por um moto com duas pessoas, um homem e uma menina, os dois de capacete. Ela desceu com uma pistola, me rendeu e gritou “sai, sai, sai”. Eu entreguei tudo e vi mais duas motos com mais quatro ocupantes assaltando as pessoas no trânsito — contou Rodolfo.

Vítimas de arrastão em Botafogo, foto: Gustavo Goulart/Agência O Globo

Ricardo estava de carro e foi abordado pela mesma mulher:

— Ela bateu no vidro, querendo que eu fosse mais ágil, que abaixasse o vidro do carro. Aparentava saber o que estava fazendo.

Ao registrarem a ocorrência na delegacia, as vítimas sentiram na pele os efeitos da crise financeira do estado: não havia papel para imprimir cópias dos boletins. Rodolfo improvisou, fazendo uma foto da tela do computador. Ricardo recebeu um papel com o número do documento e poderá solicitá-lo futuramente.

Irmã de Rodolfo Aguiar, a psicóloga Roberta Aguiar, de 43 anos, seguia com seu carro alguns metros atrás do local do arrastão. Ela conseguiu escapar, mas diz ter visto uma menina, em um carro branco, gritar por socorro ao ser abordada e assaltada. Ela criticou o governador em exercício, Francisco Dornelles, pelo que chamou de falta de bom senso.

— E o governador ainda faz o favor de ir ao jornal dizer que não tem dinheiro para botar gasolina nos carros da PM. Assim fica difícil, realmente. A culpa não é da PM, a culpa é do governador, sem dúvida nenhuma. Os bandidos estão liberados. Não tem polícia nas ruas, podem fazer o que quiser. Isso aumenta consideravelmente a criminalidade — lamentou.

CRIME EM OSWALDO CRUZ

Um outro arrastão levou pânico a moradores da Rua Paulo Prado, em Oswaldo Cruz, no domingo. Um morador, acostumado com a frequência com que assaltos acontecem na região, filmou a cena do último episódio de violência no local. Nas imagens obtidas pelo GLOBO, feitas por volta das 15h, é possível ver o o momento em que bandidos armados e em quatro carros abordam dois veículos. O primeiro é um de cor prata, que segue no sentido contrário ao bando. O segundo é um carro preto, que passa na Rua Mogurari, esquina com Paulo Prado.

— Eu estava na casa do meu pai quando o vizinho de cima gravou as imagens. Não temos segurança. Não ficamos mais na rua. Motoristas são assaltados passando pela via ou chegando em casa. Os pedestres também são roubados diariamente. Antes, os crimes aconteciam à noite, mas agora não tem mais horário. A qualquer momento, qualquer pessoa pode ser vítima — relatou um morador.
Título e Imagem: Gustavo Goulart, O Globo, 1-7-2016

Relacionados:

3 comentários:

  1. No dia 26, terça-feira, 15:30 os assaltantes entraram na agência dos Correios na Rua Paulino Fernandes, em Botafogo, levaram a féria e o dinheiro e os celulares dos clientes. A Polícia, sem recursos, corre atras e prende o bandido, o Judiciário com recursos (ótimos salários) solta os criminosos para comemorarem Black Friday, dia das Mães, Natal, Finados, Ano Novo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá animado, "Anônimo"!
      Os leitores e eu mais agradeceríamos a sua participação se fosse identificada.
      Os seus últimos comentários (neste e em outros posts) não justificam o anonimato...
      Obrigado!

      Excluir
  2. OS RIOS MERECEM.
    RS, RN e RJ.
    Brizola destruiu o Rio de Janeiro deu guarida ao tráfico e aos contraventores.
    Ele construiu o complexo da maré.
    O PT e seus asseclas destruíram o RS.
    No RN o PSB destruiu o governo.
    O comentário do anônimo é comentário de petista.
    Petista culpa as instituições e a lei, jamais os governantes e os legisladores.
    Petista não gosta de cumprir as leis, nem de endurece-las.
    Se petista olhasse o código penal saberia que a justiça solta dentro da lei que eles nunca modificaram.
    Fica fácil colocar a culpa no judiciário.
    Todo politicamente correto tem as mãos sujas de merda.
    Caçaram o Cunha mas não fazem nada contra o Renan.
    O juiz polaco ex-presidente do STF tem mal de Parkinson, e não larga osso.
    Durante os julgamentos ele tenta disfarçar mas não consegue.

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-