sábado, 9 de julho de 2016

Seleção de Portugal: A Marcha Final

Guilherme Cabral
Quando fiz o vídeo "A Marcha de uma Nação" fizeram-me prometer fazer novo vídeo caso Portugal chegasse à final do Europeu...

Prometido é devido, e aqui fica o vídeo onde a sua mensagem foi escrita com base nas muitas frases que me fizeram chegar, de modo a que em Paris os nossos heróis sintam aquilo que onze milhões gostavam de lhes dizer antes da batalha final, para que em terras Gaulesas se faça sentir… a força de PORTUGAL!

Quero deixar um especial agradecimento ao meu amigo João Lobão Ferreira que me ajudou de uma forma genial a moldar o texto de todos nós, e ao Edhy M Conceição que ficou comigo uma noite inteira a ler aquilo que me faziam chegar! Em equipa... Somos melhores!!

Espero que gostem!!


Título, Vídeo e Texto: Guilherme Cabral, 9-7-2016

Relacionados:

6 comentários:

  1. Na enquete aqui ao lado, dá 5 para Portugal e 3 para a França. Hummm...

    ResponderExcluir
  2. Onze de cada lado, duas balizas e uma bola. Ganha quem marcar mais golos. O resto é lixo para pategos.

    ResponderExcluir
  3. Sabes o que eu penso sobre futebol?
    Geralmente quem nunca jogou tem visões simplórias.
    Futebol é uma arte.
    Depende de garra e obstinação.
    Também depende de sorte.
    Nem sempre quem possui a bola por mais tempo ganha, e quase sempre quem procura só se defender perde.
    Para mim quem batalha mais em tirar abola do adversário tem mais chances de vitória.
    QUANDO SE DEIXA DE PERSEGUIR A BOLA, OS MAIS HABILIDOSOS SOBRESSAEM.
    A alma de um grande time está nos grandes passadores de bola, àqueles que anteveem as jogadas, conectando a bola aos habilidosos.
    Meu filho foi um grande boleiro infelizmente duas cirurgias no púbis inabilitaram-no para o esporte.
    Sou fão de passadores de bola, infelizmente vocês não compartilharão de meu gosto.
    Os dribladores só existem porque grandes passadores estavam ao seu lado.
    Pelé com Zito e Mengálvio
    Seleção de 70 com Gérson e Tostão
    Hoje para mim os grandes prejudicados nesta procura pelos dribladores é Iniesta e Xavi.
    Assisto o futebol infantil no campo em frente a minha casa, e vejo quão pobre é o discernimento destes profissionais de início de carreira, que preferem zagueiros de metros de altura em vez da habilidade.
    Nem sempre marcar góis significa vitória, em caso de empate decide-se nos pênaltis.
    Explico antes que tentem me gozar.
    Plural de SOL é SÓIS, de GOL é GÓIS.


    ResponderExcluir
  4. Grande Rochinha, viva o Grêmio!
    Abs
    Heitor Volkart

    ResponderExcluir
  5. COMO COMENTEI, o futebol é uma arte.
    Arteiro é verdade, nem sempre o melhor vence mesmo sendo favorito.
    O que me irrita é a tal de palavra MERECIMENTO, merecer não significa ter mérito.
    Ganhou quem fez o básico, que é o GOL.
    Lembro do famoso jogo do apaga a luz no Olímpico contra o América carioca. foram 6 bolas na trave um bano de bola e aos 20 minutos o América vencia por 2 x 0.
    Aí os dirigentes apagaram a luz.

    Fazem 25 anos que não vou mais a nenhum estádio.
    Não vejo nem o campeonato brasileiro.
    Estou esperando começar a temporada europeia.
    Fui a um jogo na social do Grêmio contra o Vasco com meu filho de 4 anos.
    O grêmio ganhou de 1 x 0, e presentearam-no com um belo saco de urina.
    Rasquei minha carteira de sócio, e prometi a mim mesmo que torceria apenas para o Barcelona, aliás a única camisa oficial que comprei em minha vida.
    Eu adoro um time de futebol que ganha, perde ou empata mas sempre com a mesma filosofia técnica. Provando que além da habilidade, necessita-se de sorte.
    Fui,

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-