terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Jornalista da Folha diz que Dória "cometeu os dois maiores erros de sua gestão" e você não vai acreditar quais são…

Luciano Ayan

É incrível como a extrema-esquerda apela todo o tempo para a técnica do falso laudo sobre a fragilidade oponente. Sempre lançam “conselhos” nos quais eles próprios não acreditam. Como em típicas táticas de guerra, eles utilizam espaços de “jornais” como Folha de São Paulo para fazer o serviço. É o caso de Leão Serva, que escreveu que “Dória já cometeu os dois maiores erros de sua gestão”. Alguns trechos da palhaçada:

O segundo maior erro da administração Dória já aconteceu: o aumento do limite de velocidade nas marginais. Se for um bom prefeito, terá sido só um tropeço de iniciante; se for mau, passará à história como o primeiro de uma lista. Mas não será esquecido. Durante quatro anos, cada acidente que ocorrer nas duas avenidas será analisado sob o crivo de sua decisão; cada morte terá um cúmplice já identificado […] A redução de velocidade é impopular em todo o planeta, mas é adotada em nome da saúde pública, como parte de um programa da ONU para diminuir a letalidade do trânsito. Diversos países estão reduzindo mortes. O Brasil está estagnado, mas sua maior cidade vem melhorando. […]

O leitor talvez se pergunte: qual é então o maior erro da administração? O prefeito está chamando a atenção demais para si. Aparecendo tanto, põe sua digital em tudo que faz a prefeitura, inclusive as bobagens, como o erro no decreto sobre cobertores dos moradores de rua. Um bom líder, como Dória quer ser, deve dar liberdade aos secretários para serem protagonistas em suas áreas e, quando errarem, absorver os efeitos negativos de suas ações.

As narrativas contra a volta da velocidade não sobrevivem ao escrutínio cético. A retomada da velocidade normal é parte do programa eleitoral eleito, portanto lançar a rotina dizendo que “a ONU não gosta” é irrelevante. Aliás, politicamente está se tornando muito positivo mandar a ONU às favas.

Caso alguém morra nas marginais, não existe isso de “cumplicidade”. Existem vias a 50 km/h para quem quiser. As vias locais estão aí para isso. Logo, quem não quiser andar a 90 km/h, basta não ir para as vias expressas. Querer legislar até os riscos que os frequentadores de vias expressas devem aceitar correr ou não é fascismo ao extremo.

Em relação ao prefeito chamar demais a atenção para si, isso é o básico da política moderna. Nota-se que, em ambos os casos, Leão Serva está nervosinho porque Dória faz tudo aquilo que seus opositores da extrema-esquerda não querem que ele faça: que jogue o jogo político. Cumprir promessas de campanha já aprovadas pela maioria do eleitorado e aparecer em ações midiáticas são coisas que irritam muito os sicários de Dória. Exatamente por isso Dória deve seguir nesse caminho.

Em tempo: achar os “dois maiores erros de uma gestão” logo no primeiro mês é coisa digna de psicótico.
Título, Imagem e Texto: Luciano Ayan, Ceticismo Político, 31-1-2017

Relacionados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-