sexta-feira, 4 de agosto de 2017

A FENTAC, sem vergonha, titula no seu site “Vitória da FENTAC: STF obriga União a indenizar massa falida da Varig"

Vitória da FENTAC: STF obriga União a indenizar massa falida da Varig

É isso que você leu, generoso e solitário leitor. Essa ‘entidade’, da qual eu tenho um receio atávico (sim, desde que me descobri como brasileiro) teve a cara de pau de assim noticiar a decisão do STF, hoje, 3 de agosto.

(É um grande momento pra nós, na voz da ‘representante’.)


Curiosamente, neste momento, o site está inacessível.

Agora, onde estava o ´guerreiro’ Celso Klafke em 2005?
Conselho desiste de trocar presidente do Aerus
Autor: Vanessa Adachi
Fonte: Valor Econômico, 06/12/2005

O conselho deliberativo do Aerus, presidido por Marcelo Bottini, desistiu de tirar Odilon Junqueira da presidência do fundo de pensão. Bottini, que também preside a Varig, convocou para ontem uma reunião extraordinária do conselho deliberativo após Junqueira criticar o modelo de gestão da companhia aérea. A proposta de tirar Junqueira do Aerus foi descartada após o conselho ser informado que a medida poderia provocar uma intervenção no fundo de pensão. Além disso, o nome de Junqueira - que tem bom trânsito na SPC (Secretaria de Previdência Complementar) - era cotado para assumir a possível intervenção no Aerus. Para evitar essa situação, o conselho optou por manter Junqueira na presidência do Aerus. No entanto, o conselho quer colocar uma espécie de "mordaça" em Junqueira.

 "Vamos criar normas de convivência entre o conselho e a diretoria executiva do fundo de pensão", disse Celso Klafke, representante dos funcionários no conselho. Segundo ele, Junqueira deve se reportar ao conselho deliberativo do Aerus e precisa "evitar declarações que possam comprometer a recuperação da Varig". "Ele não pode emitir opiniões pessoais na condição de presidente do Aerus. O conselho deliberativo pode ter outras idéias. Os dois lados precisam de mais diálogo para que as declarações representem a entidade e não a pessoa", afirmou Klafke.

Junqueira chegou a pedir na Justiça a destituição do atual comando da Varig, que é controlada pela Fundação Ruben Berta (FRB), e a nomeação de um gestor judicial para a companhia, que está em processo de recuperação. As críticas de Junqueira contra o modelo de gestão da Varig aumentaram após a FRB afastar David Zylbersztajn e Omar Carneiro da Cunha da companhia.

Para o lugar de Zylbersztajn, que presidia o conselho de administração, a FRB nomeou Humberto Rodrigues Filho. A presidência da Varig, que estava nas mãos de Cunha, passou a ser ocupada por Bottini. 

Coincidentemente, os dois estão no conselho do fundo. O administrador especial do fundo, Erno Brentano, nomeado pela SPC, foi chamado pelo conselho deliberativo para participar da reunião. Brentano assumiu em maio a administração especial dos planos de previdência do Aerus. Procurado, Junqueira evitou comentar o episódio. "Não fui chamado para essa reunião e ninguém me informou o resultado do encontro." A Varig não se manifestou sobre o encontro do conselho deliberativo do Aerus.

Relacionados:

8 comentários:

  1. É um absurdo o tamanho da cara de pau desta gente!
    E tem pessoas da nossa Varig que batem palmas a esta gente, este ato, "Vitória da Fentac" chega a ser de mau caráter, o que a Fentac fez pelo Aerus?
    Pagou com dinheiro de sindicalistas, que não têm nada a ver com a Varig, as idas a BSB, com a sua mensageira, que se diz representante, que quando o PT reinava abriu as portas para ela, pois era da Cut-Fentac e que usou alguns "comissões" para promover a fentac e se justificar sendo do Aerus.
    Caramba as pessoas não veem isto? Está tão claro. E esta mensageira continua com as portas abertas nos representando, dizendo que foi uma vitória da Fentac.
    Isto é a barbaridade!
    Heitor Volkart

    ResponderExcluir
  2. Assisti o tal"comunicado"...Eu não aprendo mesmo!
    Quase vomitei!
    Paizote

    ResponderExcluir
  3. EU COMENTEI AQUI FAZ ALGUM TEMPO.
    GANHAMOS, MAS AGORA VAMOS LUTRA CONTRA FORÇAS OCULTAS.
    Na minha modesta opinião, era deixar a PREVIC administrar nosso fundo, do que vê-lo da volta nas mãos de gente desonesta.
    Tem muita gente de olho nessa indenização.

    ResponderExcluir
  4. file:///C:/Users/meu/Downloads/COMUNICADO_19_2017_(ACAO_DE_DEFASAGEM_TARIFARIA%20-%2004_08_2017).pdf
    Rio de Janeiro (RJ), 04 de agosto de 2017.
    COMUNICADO Nº 019/2017
    Assunto: Superior Tribunal Federal (STF) - Recurso Extraordinário (RE) 571969 –
    Embargos de Declaração - União x Varig S/A - Viação Aérea Rio-Grandense (Ação de
    defasagem tarifária)
    Prezados (as) participantes aposentados (as) e pensionistas dos planos VARIG,
    Referente ao processo em evidência, informamos que os “ 1 Embargos de declaração segundo os
    quais a União e o Ministério Público Federal (MPF) buscam reverter decisão que garantiu à
    Varig o direito a indenização em razão do congelamento de tarifas ocorrido durante o Plano Cruzado,
    entre outubro de 1985 e janeiro de 1992”, foram julgados ontem (03.08.2017) pelo Superior Tribunal
    Federal (STF), por unanimidade, como improcedentes.
    Assim, devemos aguardar os próximos eventos processuais até o cumprimento efetivo da decisão.
    Renovamos nossos compromissos de sempre que necessário divulgar através de comunicados os fatos
    relevantes e de interesse dos participantes, assistidos e pensionistas credores.
    Cordialmente,
    Walter de Carvalho Parente
    Liquidante
    Portaria Previc nº. 283, de 11/05/2016, DOU de 12/05/2016

    1
    http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=351243

    ResponderExcluir
  5. Vejam!
    Sr. Thomaz,
    Isto pode? Isto é legal juridicamente?

    http://m.gaucha.com.br/rs/noticia-aberta/giane-guerra-trabalhadores-da-varig-cogitam-acordo-para-agilizar-indenizacao-bilionaria-203161.html

    O que fazer?
    Abs,
    Heitor Rudolfo Volkart

    ResponderExcluir
  6. CUIDADO, ABUTRES JÁ SENTIRAM O CHEIRO DO DINHEIRO!
    Vamos consultar as associações e parar de acreditar em alienígena!
    Alberto José

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-