terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Milagre de São Excel

Toda esta operação da geringonça é um exercício de irresponsabilidade, com os condimentos para acabar mal.
Luciano Amaral
Orçamento do Estado para 2016 ficou feito há muito tempo, concretamente desde que o PS, para assumir o Governo, combinou com o BE e o PCP a reversão das medidas de rendimento da Função Pública, a sobretaxa e o IVA da restauração. Estamos a falar de mais de mil milhões de euros. A partir desse instante, a única possibilidade séria que o PS tinha para apresentar um orçamento realista era proceder a um enorme aumento de impostos. Em vez disso, propôs só um pequeno aumento. Quanto ao resto, entregou-se à fé nos milagres de São Excel, que aparecem desde que se martelem lá para dentro uns números apanhados na trova do vento que passa. E também no regresso ao tema das "gorduras do Estado" (embora não lhes chame assim), que tanto atirou como chacota contra o Governo anterior: todos os cortes da despesa que apresenta são das ditas "gorduras". Quais? Não diz.

A Comissão Europeia percebeu logo o esquema (bem como qualquer pessoa que tenha dado um olhar cursivo à coisa) e explicou que não era aceitável. E o BE gritou logo que Costa tem de "bater o pé" em Bruxelas. É muito bom ser a majorette do Governo: "Vai Costa! Dá- -lhes! Vai para cima deles!" Mas lá participar no Governo mesmo e ir pessoalmente bater o pé no Berlaymont é que está quieto. Não que o BE faça mal. Bem pelo contrário. Quem não gosta do melhor dos dois mundos? Neste caso, estar e não estar no Governo, conforme convier. Se alguma responsabilidade existe é do PS, que se deixou ficar em tal situação.

Toda esta operação da geringonça é, desde o início, um exercício de irresponsabilidade, com os condimentos básicos para acabar muito mal. Como se percebeu desde que a geringonça foi montada, o PS só espera que estas medidas de devolução de dinheiro lhe deem a popularidade suficiente para ganhar sozinho eleições antecipadas. Esperemos apenas que o custo não seja demasiado. 
Título e Texto: Luciano Amaral, Correio da Manhã, 1-2-2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-