terça-feira, 22 de novembro de 2016

Após a greve mais politizada de todas, sindicatos choram o fechamento de agências bancárias


Implicante
O sindicalismo brasileiro é todo tomado por partidos de esquerda. E o maior partido de esquerda é o PT.

Logo, era de se esperar que, após o impeachment de Dilma Rousseff, eles se assanhassem para atingir o governo Temer. Foi o que os sindicatos dos bancários fizeram. E assim conseguiram entregar ao Brasil a maior greve bancária da história – segundo eles mesmos.

O problema? Pouca gente de fato sentiu a falta das agências bancárias. Com as transações cada vez mais digitalizadas, o Brasil seguiu seu curso sem maiores transtornos. E veio a certeza de que o melhor para os bancos públicos poderia estar na redução de alguns desperdícios.

Somados, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal planejam fechar 500 agências bancárias. E iniciaram uma reestruturação que findará numa economia bilionária restando ao sindicalismo chorar a decisão.

Não deixa de ser justo. 
Título, Imagem e Texto: Implicante, 22-11-2016

Um comentário:

  1. Nessa semana, estava no Rio...
    Não sei se o PSTU deixou de comandar o sindicato dos bancários do Estado do Rio de Janeiro...

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-