terça-feira, 13 de dezembro de 2016

A que ponto a esquerda desceu: Obama usa CIA para emitir narrativa conspiratória sobre Putin e Trump

Luciano Ayan


Quem diria que o macartismo do pior tipo da guerra fria seria adotado pela esquerda obamista. Agora a CIA – sob aparelhamento de Barack Obama – lançou a narrativa de que a Russia interferiu na eleição vencida por Trump sobre Hillary.

Um relatório da CIA alega que a Russia ajudou Trump a vencer. Aliás, o FBI não concorda com a narrativa da CIA.

A CIA diz: “As agências de inteligência identificaram indivíduos com conexão com o governo russo que enviaram ao WikiLeaks centenas de e-mails hackeados do Partido Democrata e outros, incluindo o chefe da campanha de Hillary Clinton, de acordo com oficiais da agência. Estes oficiais descreveram os indivíduos como atores conhecidos da comunidade de inteligência e parte de uma operação ampla da Russia para aumentar as chances de Trump e diminuir as de Hillary”.

Trump rebateu, conforme o USA Today: “Estas são as mesmas pessoas que disseram que Saddam Hussein tinha armas de destruição em massa. A eleição terminou há certo tempo em uma das maiores vitórias no Colégio Eleitoral da história. É tempo de olharmos para frente e “fazermos a América grande novamente”.

Eis que agora a esquerda norte-americana faz o papel de malucos fissurados em teorias conspiratórias. Patético.
Título, Imagem e Texto: Luciano Ayan, Ceticismo Político, 13-12-2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-