sexta-feira, 27 de julho de 2018

Até lá…

Rui A.

Ora, finalmente, alguém a falar como deve ser: «Alexis Tsipras é um traidor do povo grego! E por isso será processado». Enquanto, por cá, as meninas do Bloco engolem as «cativações» do Centeno, como se fossem puré Maizena, e humilham os professores, lembrando-lhes que o orçamento não é só deles, na Grécia, a menina Zoe Konstantopoulou [foto], moça cujo nome é, por si só, suficiente causa de divórcio, não está com meias medidas: «TRAIDOR!», em cima do ex-venerado bad boy das esquerdas europeias.

Mas os gregos são os gregos e os portugueses são os portugueses, não há muito que fazer.

Porque, no dia em que a presidenciável Marisa Matias, cujo perfil aquilino não é muito diferente do da Konstantopoulou, chamar «traidor» ao Costa e o ameaçar com as penas da temível justiça portuguesa, ficarei convencido de que há um futuro para as esquerdas portuguesas. Até lá, não passam todas – as esquerdas indígenas e as meninas do Bloco – de elementares colaboracionistas do Sr. Junker, confortavelmente sentadas à mesa do orçamento de estado.
Título e Texto: Rui A., Blasfémias, 27-7-2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-