quarta-feira, 25 de julho de 2018

Livro de estilo para notícias sobre atentados e ataques que podem ter como autores indivíduos não brancos e não cristãos

Foto: Chris Helgren/Reuters

Helena Matos


2.      Segue-se a condenação e a solidariedade com as vítimas. Continua sem se saber nada sobre a identidade do autor. Pede-se que não se especule sobre as motivações porque as autoridades estão a investigar. Culpa-se a falta de regulação no acesso às armas de fogo e se o atentado for no Canadá a proximidade com os EUA. Na Europa não se fala de proximidade alguma. Se o atentado for com faca, automóvel ou ácido a questão da arma não conduz aos EUA. Police said it was too early to provide a motive for the shooting, but local councillor Paula Fletcher said: “It’s not gang related. It looks like someone who is very disturbed.”

3.      Algumas horas depois sabe-se o nome do autor do atentado. Mas já não vale a pena fazer notícia. Como é óbvio trata-se de um desequilibrado. Canadian officials have identified the man responsible for a mass shooting in Toronto as Faisal Hussain. Faisal Hussain’s family say he has had mental health problems for much of his life.
Título e Texto: Helena Matos, Blasfémias, 24-7-2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-