segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

"Moradores de Manguinhos alvejados a bala. Suspeita é que tiros venham de snipers de torre da Cidade da Polícia", afirma Reinaldo Azevedo

O título é de Reinaldo Azevedo em seu blogue na Rede TV News, (Ué?! Ele não tinha sido demitido da Rede TV??) hoje, 18 de fevereiro, às 19h05. 

Reinaldo, como o Antagonista também gosta de fazer, amplifica o que Mônica Bergamo denuncia na Folha, e o que um tal de Rafael Soares escreveu n’O Globo, ou seja, puro ventriloquismo corporativo. 

E finalizou ameaçando voltar mais tarde comentando.

Leia, por favor:

Uma torre policial da Cidade da Polícia, unidade administrativa da Polícia Civil do RJ, passará por perícia nesta segunda (18). Há uma suspeita de que tiros feitos a partir dela por snipers vitimaram seis moradores da comunidade de Manguinhos —todos inocentes.


Os tiros, certeiros e a céu aberto, atingiram as pessoas quando saíam para compras ou que voltavam do trabalho. Os relatos dos moradores foram feitos ao Ministério Público Federal do RJ e à Defensoria Pública, que vão participar da perícia.

Por Mônica Bergamo, na Folha.

A Human Rights Watch (HRW) pediu nesta segunda-feira que o Ministério Público estadual e a Polícia Federal assumam as investigações sobre os assassinatos em Manguinhos supostamente cometidos por snipers posicionados na Cidade da Polícia.

 “É imperativo que haja uma investigação independente desses assassinatos”, afirmou em nota Daniel Wilkinson, diretor adjunto da divisão das Américas da organização não-governamental (ONG). No texto, ele relembra que o mesmo pedido já foi feito pela Defensoria Pública estadual. (…)
Por Rafael Soares, em O Globo.

Comento mais tarde.

Título e Ameaça de Comentário: Reinaldo Azevedo, 18-2-2019, 19h05

Generoso leitor, você acredita que atiradores especializados da Polícia Civil tenham se divertido matando “seis moradores da comunidade de Manguinhos — todos inocentes, quando saíam para compras ou que voltavam do trabalho.”??

Sugiro que, decorridas todas as diligências cabíveis, a Polícia Civil do Rio de Janeiro processe estes autores, mais do que fake news, difamações  seríssimas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-