quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Emirates começa a voar para o Porto a partir de julho

André Cabrita-Mendes

O autarca do Porto já deu as boas-vindas à companhia do Dubai que vai ter quatro voos semanais. O aumento da procura turística é uma das principais razões para a companhia começar a voar para o Porto.


A companhia aérea Emirates vai começar a voar para o Porto este ano. A operação arranca a 2 de julho e prevê voos quatro vezes por semana: terça-feira, quinta-feira, sábado e domingo.

A nova rota foi anunciada pela transportadora aérea do Golfo Pérsico esta terça-feira, que destaca que os viajantes no norte de Portugal vão passar a ter “acesso direto à rede global da Emirates via Dubai”.

O Porto vai assim tornar-se no segundo destino da companhia área do Dubai em Portugal, a seguir a Lisboa, que já recebe dois voos diários.

A Emirates destaca que este novo serviço vai permitir a “viajantes do norte de Portugal, uma grande área urbana, assim como aqueles no noroeste de Espanha, em cidades como Vigo e Santiago de Compostela, devido à sua proximidade com o Porto, com uma opção direta de viagem para o Dubai”, e daí para outros destinos como “Luanda, Joanesburgo, Banguecoque, Xangai, Hong Kong, Melbourne e Sidney”.

“O Porto está a atualmente a registar elevados níveis de turismo, que também reflete o número de visitantes a Portugal como um todo”, disse o presidente da Emirates, Tim Clark, citado pelo documento.

“O lançamento deste novo voo, a par do nosso serviço diário para Lisboa, vai ao encontro a este aumento de procura por parte de viajantes de lazer e de negócios, assim como providenciar mais escolha, flexibilidade e conectividade quando viajam de e para Portugal”, acrescentou o responsável.

Esta rota vai ser operada por um Boeing 777-300ER, com oito lugares em primeira classe, 42 lugares em “business” e 310 lugares em económica.

Nos quatro dias de operação, o voo EK197 parte do Dubai pelas 9:15 locais para chegar ao Porto às 14:30. O voo de regresso parte do Porto às 17:35 para aterrar às 4:15 do dia seguinte no Dubai.

Após a divulgação desta notícia, o autarca do Porto Rui Moreira reagiu nas redes sociais: “Bem-vinda ao Porto, Emirates”.

A companhia destaca que também vai passar a disponibilizar 18 toneladas de capacidade de carga com estes voos, dando a oportunidade às empresas locais para aumentar as suas exportações para aquela região do mundo.

“Situado ao longo da costa e do rio Douro, o Porto é famoso mundialmente pela produção de vinho do Porto e pelo seu centro histórico, classificado como patrimônio mundial pela UNESCO. Além de oferecer uma rica herança cultural e uma variedade de atrações turísticas, o Porto é também uma importante cidade de negócios e industrial, atraindo viajantes empresariais”, segundo o comunicado.
Título e Texto: André Cabrita-Mendes, Jornal Económico, 19-2-2019

Foto: Matthieu Cadiou

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-