quarta-feira, 29 de abril de 2020

Federação Nacional dos Policiais Federais emite nota em apoio à nomeação de Ramagem

A instituição pede que exista agilidade na solução.

A Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) emitiu uma nota à imprensa nesta quarta-feira (29) em repúdio à suspensão da nomeação de Alexandre Ramagem [foto] para comandar a corporação. Para a entidade, a medida acentua a crise já instalada.



Segundo o presidente da federação, Luiz Boudens, alegar que Ramagem tinha proximidade com o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), é insustentável quando a própria polícia tem os mecanismos de autorregulação para prevenir quaisquer tentativas de interferência nas investigações.

Leia a nota na íntegra:
Sobre a suspensão da nomeação do diretor-geral da Polícia Federal, Alexandre Ramagem, pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes, a Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) declara que segue firme em seu posicionamento de acreditar que Alexandre Ramagem é um bom quadro da PF e que aguardará a reversão dessa decisão pelo Pleno do STF, permanecendo em defesa da independência e autonomia investigativa para a corporação.

A instituição entende que decisão judicial tem que ser cumprida, entretanto, espera que haja agilidade na solução. Os policiais federais precisam ter tranquilidade para prosseguir com o trabalho contra a criminalidade e a corrupção.

A Fenapef ressalta, ainda, que o momento exige estabilidade na PF, pois, muito além da crise política que alveja a instituição, os casos de infecção pela Covid-19 nos policiais federais seguem aumentando.
Brasília, 29/4/2020
Fenapef ”
Via Conexão Política, 29-4-2020

Relacionados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-