domingo, 18 de setembro de 2016

Frente Parlamentar Mista em defesa dos Aposentados e Pensionistas do Brasil

Almir Papalardo

Prezado Deputado Senhor Cleber Verde:
Peço vênia para reenviar-lhe mensagem de 06.05.2015, cujo teor é por si explicativo. Passado mais de um ano daquela sua iluminada intenção de criar uma "Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Aposentados e Pensionistas do Brasil", uma gigantesca brasa incandescente que hoje está entorpecida, restando ainda uma tênue chama que a mantém viva e com chances reais de reacender-se, se for alavancada com determinação, com amor-próprio e por uma questão de honra de cada parlamentar componente da Frente! 

Meu caro deputado, sabemos que não é uma tarefa muito fácil a de salvar os indefesos aposentados de uma perseguição tenaz, de uma terrível discriminação contra idosos, dado a nossa pouca ou nenhuma representatividade política, uma categoria sem meios de se defender, porque não temos como fazer fazer greve, não damos Ibope, não mantemos o parlamentar sob o foco dos holofotes, e não apresentamos nenhuma ameaça para influenciar negativamente os resultados finais das urnas. Por tudo isso somos ignorados e jogados para escanteio, não merecendo nenhuma atenção ou reconhecimento por parte dos poderosos! 

Mas vossa excelência como parlamentar progressista, com visão acurada para medidas favoráveis ao trabalhador brasileiro, sabendo distinguir o que é certo do que é errado, não ignora que se essa Frente Parlamentar sair-se vitoriosa, estarão escrevendo com letras de ouro as suas atuações nos anais históricos do Parlamento. Será sem dúvida uma correção necessária na justiça social, que irá salvar aposentados e pensionistas brasileiros à beira de uma extinção!
Almir Papalardo, 18-9-2016

Quarta-feira, 6 de Maio de 2015 19:42, almir papalardo <almirpapalardo@yahoo.com.br> escreveu:
Prezado deputado e amigo Cleber Verde:

Há alguns anos quando fui apresentado a vossa excelência pelo senador Paulo Paim, numa sessão plenária do Congresso, realizada na Câmara dos Deputados, tive a satisfação de entregar-lhe em mãos o tabloide "A Voz da Maturidade", criado por um grupo formado por aposentados inconformados, denominado "Fórum Virtual de Discussão", criado e organizado dentro do próprio blog do senador Paulo Paim.

Senti naquele momento ao olhar fixamente nos seus olhos, que estava diante de um parlamentar em quem podia confiar. Durante este tempo todo tenho acompanhado a sua luta desigual em defesa dos aposentados, ciente que vossa excelência não tinha nenhuma chance de conseguir alguma coisa favorável para nossa categoria, visto que a base de apoio do governo ser  maioria esmagadora,  não permitindo nenhum avanço dos projetos que recuperariam os nossos direitos covardemente surrupiados. 

Agora, pela sua iniciativa de relançar esta abençoada "Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Aposentados e Pensionistas do Brasil", já contando, se confirmado, com o apoio de 200 deputados e 30 senadores, as forças entre Situação X Oposição ficam equilibradas, dando ao desiludido aposentado a esperança da justiça finalmente lhe ser estendida. 

Mais de nove milhões de aposentados desprezados incentivam-o a levar avante esta luminosa ideia para mudar a política desastrosa contra os previdenciários jogados na lixeira, assim como damos as "boas vindas" a todos os outros parlamentares que comporão a Frente, que tem tudo para brilhar, agitando uma nova política mais séria e mais digna.  Sigam com determinação encarando essa "explosão de justiça e moralidade" como uma questão de honra. Sem dúvida os aposentados pertencem a categoria mais prejudicada da sociedade, merecendo ser, agora, a bola da vez, para ver o seu crucial problema merecendo alguma prioridade, com chances reais de serem discutidos e votados.

AVANTE A FRENTE PARLAMENTAR MISTA EM DEFESA DOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DO BRASIL, na na qual os aposentados e pensionistas depositam inteira confiança e muitas esperanças de vitórias...

Almir Papalardo e todos os demais aposentados que aguardam esperançosos a nossa "Carta de Alforria"...


5/05/2015
Relançada frente de defesa dos interesses de aposentados

Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados
Cleber Verde [foto] pretende começar se reunindo com o vice-presidente Michel Temer, articulador político do governo junto ao Congresso Nacional.

A Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Aposentados e Pensionistas do Brasil foi relançada nesta terça-feira e terá o apoio de mais de 200 deputados e mais de 30 senadores sob a coordenação do deputado Cleber Verde (PRB-MA).

A intenção do colegiado é dialogar com o governo sobre o que é possível votar diante do pacote de ajuste fiscal em análise na Câmara dos Deputados. Segundo Cleber Verde, a agenda legislativa em favor dos aposentados será a primeira tarefa.

O coordenador pretende começar se reunindo com o vice-presidente Michel Temer, articulador político do governo junto ao Congresso Nacional. "Para que nós possamos levar a ele a nossa agenda, a prioridade da Frente Parlamentar que é a prioridade dos aposentados e pensionistas, para que nós possamos dialogar com o governo e ao mesmo tempo com a Casa para apreciarmos no plenário o quanto antes estas matérias tão relevantes.”

Cleber Verde acrescentou que, neste momento em que o ministro da Previdência, Carlos Eduardo Gabas, vem à Câmara e "diz que a previdência é superavitária e que temos a melhor previdência do mundo; então chegou a hora de podermos fazer justiça ao aposentado brasileiro".

O deputado Gonzaga Patriota (PSB-PE) disse que a capacidade de negociação da Frente Parlamentar Mista é grande devido ao número de parlamentares que integra o grupo. "Basta que as autoridades olhem a importância dos aposentados não só por ter trabalhado 35, 40, 50 anos. O aposentado é um professor, ele ensina, ele transmite e lamentavelmente esse fator previdenciário desmantelou a vida do aposentado no Brasil"

Fim da contribuição previdenciária
 
A frente reivindica a aprovação de vários projetos de interesse da categoria, dentre eles, o Projeto de Lei 4434/08, que recupera as perdas salarias dos aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Serviço Social (INSS) e a PEC 555/06, que extingue a cobrança da contribuição previdenciária dos aposentados.

A presidente do Sindireceita, Silvia Helena de Alencar, tem esperança que a Frente em Defesa dos Aposentados ajude na derrubada da contribuição previdenciária sobre os benefícios dos aposentados e pensionistas do serviço público federal. "Há sim que se buscar uma melhor eficiência do Estado para evitar que mais uma vez a pensionista, o aposentado e os trabalhadores do País paguem a conta das eventuais administrações equivocadas ao longo da nossa vida." 

No mês passado, em comissão geral sobre Previdência Social, Cleber Verde reclamou que as aposentadorias têm sido reduzidas pela aplicação do fator previdenciário - fórmula usada para calcular a aposentadoria do contribuinte do INSS, que reduz os valores pagos. “As pessoas têm o benefício diminuído em 30% a 40% pelo fator previdenciário”, explicou na ocasião.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-