quarta-feira, 27 de junho de 2018

"Muslim ban"

José António Rodrigues Carmo

O Supremo Tribunal dos EUA acabou de dar razão a Trump, na sua decisão de banir a livre entrada de cidadãos de alguns países.

Contrariamente à histeria esquerdista, a decisão de Trump não visou todos os países muçulmanos (são mais de cinquenta), nem apenas países muçulmanos (há budistas e cristãos na lista, de resto delineada pela anterior administração obamista).

A decisão do Supremo deitou por terra toda a litigância militante prosseguida pela esquerda americana em tribunais estaduais e federais onde a maioria dos juízes é de nomeação esquerdista.

Esta decisão do Supremo era previsível à luz da lei. O Presidente, chame-se Trump ou Obama, tem inequívoca autoridade para o fazer e a decisão refere especificamente a Secção 212 (f) do Immigration and Nationality Act.

Sem espinhas, portanto.

Contudo quatro juízes votaram contra. Trata-se dos juízes "progressistas", isto é, nomeados por presidentes "liberais" (de esquerda, no sentido americano).

E as suas razões são as de toda a esquerda: Não tem a ver com leis, mas com apreciações moralistas e de intenções.

Segundo os juízes de esquerda, as declarações de Trump demonstram que ele é anti-Islão, e por isso qualquer decisão que tome nesta matéria é imoral e ilegal, tenha ou não quaisquer méritos próprios.

O que está aqui em causa, o que está sempre em causa na visão esquerdista do mundo, é que este se divide entre anjos e demónios, nós somos os anjos e quem não pensa como nós só pode ser ou o demónio, ou estúpido, ou as duas coisas.

E os demónios, ou os estúpidos nunca têm razão e há que, ou interná-los, ou reeducá-los.

É assim a visão totalitária!
Título e Texto: José António Rodrigues Carmo, Facebook, 27-6-2018

Relacionados:

Um comentário:

  1. Interessante ler um editorial do Washington Post que, antes de ser jornal, é uma central disparadora contra Trump! No matter what he does...

    ResponderExcluir

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-