sábado, 25 de abril de 2015

A falconice do Falcão...

Valdemar Habitzreuter
Ave de rapina. Espreitador insolente. Persona non grata. O presidente nacional do PT merece qualificativos os mais repulsivos. É um transgressor das normas discursivas edificantes. Distorce o foco da discussão quando se trata do envolvimento do PT nos escândalos de corrupção.

Rui Falcão, presidente do PT

Olhem a pérola discursiva que soltou no 3º Congresso das Direções Zonais do PT São Paulo, ontem: “Quem erra no caminho ético não pode continuar em nossas fileiras.... Mein lieber Gott, é de uma cretinice sem tamanho. Não haveria fileira alguma nesse partido se esta norma se aplicasse. Ele seria o primeiro a ser defenestrado pelos constantes proferimentos de defesa aos graúdos corruptos petistas. Vaccari foi um deles que era revestido por ele de inocência púrpura.

E o nosso Falcão, aliás o do PT, ainda acrescenta: “essa é uma regra que os outros partidos não aplicam”. É aterrador, ele simplesmente quer colocar a responsabilidade maior nos outros partidos pelo status quo da corrupção que na última década era a tônica.

Sem dúvida, em todos os partidos há corruptos, mas convenhamos, não se faz da corrupção uma norma de governo como o PT fez. Falcão quer esconder o sol com a peneira de sua falconice. Este predador não consegue se alimentar da genuína carne da ética política e jurídica, pretende satisfazer-se da podridão acumulada pelo seu partido. 
Título e Texto: Valdemar Habitzreuter, 25-4-2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-