terça-feira, 21 de abril de 2015

Lisboa: a cidade pura e dura, a preto e branco

"Street Photography" mostra Lisboa e os seus habitantes pela lente de Rui Palha. Uma vida a preto e branco que se desenrola nas ruas. Muitas em lugares esquecidos, feitos de sombras.

Rui Palha


Aliar o pensamento, os olhos e o coração ao mesmo tempo que se enquadram as pessoas, a vida e a rua. São trilogias que funcionam como pilar nas fotografias do português Rui Palha, que se dedica a fotografar as ruas lisboetas e a participar nos projetos sociológicos de bairros problemáticos da capital portuguesa.

A paixão pela fotografia nasceu há 48 anos, quando o fotógrafo tinha apenas catorze. “Sempre me senti maravilhado, hipnotizado até, com o movimento, as expressões e as reações das pessoas”, conta Rui Palha numa entrevista ao Eric Kim Street Photography Blog. Nos lugares esquecidos de Lisboa, até mesmo naqueles que estão nas sombras, está muito do encanto que o fotógrafo encontra na rua. “É o perigo que, de alguma forma, me seduz e atrai e que me causa adrenalina”, confessa.

Ao analisar as fotografias do artista, apercebemo-nos do equilíbrio entre as construções geométricas citadinas e o perfil humano. É nas pessoas que está o movimento das fotografias. O resto está na “antecipação e compreensão”: para retratar pessoas é preciso respeitá-las, comunicar sem receios, assumir a frontalidade e a honestidade que elas exigem. “A rua é uma escola”, conclui Rui.

A fotografia é uma parte importante do meu espaço. É descobrir, é capturar, dar fluidez ao que o coração sente e vê num determinado momento. É estar na rua, experimentar, compreender, aprender e, essencialmente, praticar a liberdade de viver, de pensar.

Esta é a máxima de Rui Palha, de acordo com o que escreveu em 2011 no livro “Street Photography”, considerado o melhor livro de fotografia daquele ano. Ao longo da carreira, o artista protagonizou várias exposições, em Portugal e no estrangeiro. Para conhecer mais sobre o percurso e a vida de Rui Palha, procure-o no Facebook ou pesquise no site do fotógrafo
Via Observador, 21-4-2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-