sexta-feira, 5 de agosto de 2016

(Em Copacabana) Esquerdistas obstam caminho da tocha em defesa do assalto aos cofres públicos

Como? É assim mesmo, Reinaldo? Embora eles digam que não, o que defendem, na prática, é o velho regime

Reinaldo Azevedo

Ai, que preguiça!
Uma manifestação de esquerdistas contra o governo Temer obrigou os organizadores da Olimpíada a desviar o trajeto da tocha no início da tarde desta sexta-feira, no Rio.

O grupo, formado pelas frentes Brasil Popular, Povo sem Medo e Esquerda Socialista, ocupava todo o quarteirão do hotel Copacabana Palace por volta das 15 horas.

Foto: Gabriela Lange/Sputnik

Entre os manifestantes, era possível ver bandeiras de centrais sindicais, como a CUT, e de partidos como PT, PCdoB, PSOL, PSTU e PCB. Vários deputados federais participaram do protesto, como Jandira Feghali, do PCdoB, Chico Alencar, do PSOL, e Benedita da Silva, do PT.

Pré-candidato à prefeitura do Rio, o deputado estadual Marcelo Freixo, do PSOL, afirmou que o ato desta sexta-feira “é uma chance de mostrar ao mundo as violações à democracia no Brasil”.

Dizer o quê? PT e PCdoB estavam lá se manifestando, na prática, em defesa de um modelo de governo criminoso, que assaltou o país durante 13 anos.

Foto: Alessandro Buzas/Futura Press
E o PSOL? Embora se diga oposição de esquerda, estava ali como esbirro da bandalheira.

Ah, sim: a manifestação não juntou mais do que meia dúzia de malucos. É o tamanho da esquerda. 
Título e Texto: Reinaldo Azevedo, VEJA, 5-8-2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-