sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Só cairá na nova jogada vitimista de Jean Wyllys quem fizer papel de criança

Luciano Ayan


Muitos estão impressionados com as trucagens vitimistas do deputado comunista Jean Wyllys [foto], reagindo de modo nervosinho à possibilidade de sofrer suspensão de 120 dias. A pergunta é: por que ele faz isso?

Como não poderia deixar de ser, Wyllys está jogando com a percepção da patuleia mais uma vez.

Na verdade, Wyllys sabe que se for suspenso por 120 dias, isso não será punição coisíssima alguma. Será a impunidade total, uma vez que ele deveria ter seu mandato definitivamente cassado, com perda de direitos políticos por 8 anos.

O problema é que ele precisa fazer seus opositores se conformarem com a vergonhosa “suspensão de 120 dias” e esquecerem de exigir a cassação definitiva do mandato. Com isso em mente, ele esperneia não contra a possível cassação definitiva do mandato (que nem está sob discussão, e deveria), mas contra a possível “suspensão de 120 dias”.

Hipnotizados pela choradeira teatralizada de Wyllys, muitos de seus oponentes poderão cair no jogo e achar: “É, se ele está reclamando tanto, então que ele seja punido por 120 dias, oras”.

Dizer isso é ser feito de besta como personagens secundários dos desenhos do Pernalonga. Não é admissível ver pessoas de direita sendo vítimas de um ardil tão infantil.

Em suma, qualquer coisa abaixo de cassação para Wyllys é cuspe na cara do povo. Todo o esperneio dele contra a “possível suspensão de 120 dias” é truque para enganar adversários e fazê-los ficar felizes com a impunidade do comunista. Simples assim.

Em tempo, reveja um pouco sobre o show teatral de vitimismo do comunista no início deste vídeo do Canal do Otário:


Título, Imagem e Texto: Luciano Ayan, Ceticismo Político, 16-12-2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-