quarta-feira, 3 de maio de 2017

Comunistas chamam Le Pen de fascista apenas para disfarçar seu fascismo

Luciano Ayan

Que o fascismo sempre foi uma especialização do comunismo isso qualquer pessoa intelectualmente honesta já reconhece.

Decerto o fascismo trazia no meio de seus vários componentes o nacionalismo, mas até mesmo o socialismo moderno incorporou as simbologias nacionalistas. Observe como os petistas dizem que “o petróleo é nosso”.  De resto, os comunistas compartilham com o fascismo o estatismo, a subversão de valores, o paramilitarismo e o expurgo de inimigos.

Na França, Marine Le Pen é basicamente uma candidata de centro-esquerda. É bastante questionável que ela seja uma fascista. Na verdade, há mais componentes de fascismo no esquerdista Macron do que em Le Pen.  Mesmo assim, os comunistas saíram na França para protestar não contra Macron, mas contra Le Pen.  Agora resolveram atacar a polícia com coquetéis molotov.



Os comunistas apenas repetem aquilo que fizeram em 28 de abril no Brasil. Eles chamam seus adversários de fascistas (indevidamente), apenas para se blindarem quando aplicarem o fascismo contra oponentes.
Título e Texto: Luciano Ayan, Ceticismo Político, 2-5-2017

Quanto ao policial queimado, eles o chamam de… frango grelhado! 👿👿



Relacionados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-