quinta-feira, 16 de novembro de 2017

[Para que servem as borboletas?] Não à desunião!

Valdemar Habitzreuter

Não é momento de ficarmos especulando de como o acórdão será concretizado, velhinhos e velhinhas do Aerus, de como será distribuído o dinheiro da indenização, já que muitos são os credores e todos têm seus direitos.

O que não podemos permitir é que interesses alheios, gente de fora, que não tem nada a ver com a história, se intrometa e dê outro rumo à grana da indenização.

Sabemos que já fora acordado em juízo, pela premência e direito imediato de justiça, de que os idosos do Aerus sejam contemplados a fortiori de sua idade e de ter sido ajustado anteriormente entre a Varig e Aerus; menos verdade, que se faça justiça aos que contribuíram com o Aerus e não conseguiram se aposentar; e que não se esqueça de aplicar as leis trabalhistas para que os ativos na época também sejam contemplados.

Portanto, é preciso ficar atento às manobras maldosas que se cogita efetuar por advogados espertos que veem brechas para distorcer os fatos, e nós a vermos navios sem que a Justiça nos contemple como é devido.

Tem razão Thomaz Raposo quando convoca a todos para que não tenhamos esta passividade esperando que tudo já está garantido; precisamos abrir a boca e nos movimentar e exigir o que a nós de direito; é urgente que cheguemos a um consenso do que fazer para obter nossos objetivos, ao meu ver: chegar a um acordo com a União para que recebamos o mais breve possível, mesmo que tenhamos que renunciar ao todo integral que nos é devido...

Thomaz Raposo nos adverte para que não desperdiçamos a oportunidade do momento e nos convoca à união de todos.... Portanto, NÃO À DESUNIÃO!
Título e Texto: Valdemar Habitzreuter, 16-11-2017

Colunas anteriores:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-