domingo, 29 de março de 2020

Quillette, nos antípodas dos bem-pensantes (os que pensam “corretamente”, que aceitam e divulgam as normas ditadas pelo progressismo)

O portal de informação australiano explora com bastante sucesso as guerras culturais que invadem o mundo ocidental

Quillette é uma plataforma em favor da livre expressão, da liberdade de pensamento. Nós respeitamos as ideias, até mesmo as perigosas.


O portal recusa  qualquer etiqueta político-ideológica. Editores e Colaboradores são oriundos de todas as capelas.

A linha editorial? “O posicionamento de Quillette é o ceticismo perante o pós-modernismo e a preocupação quanto ao impacto dele na educação superior, as ciências humanas e as ciências sociais, até mesmo na ciência propriamente dita”.

Até aonde irão os ataques?

A Universidade de Yale (EUA) suprimiu do seu currículo de História da Arte seu módulo mais prestigiado: o Curso de Introdução à Arte Ocidental, porque julgou muito eurocentrado, não suficientemente ‘diversitário’.
(...)
Título e Texto: L’Incorrect, nº 29, março 2020
Tradução:JP

Um comentário:

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-