quinta-feira, 2 de janeiro de 2020

[Livros & Leituras] Mister Jesus – 30 anos de uma carreira ímpar

Oferta de Natal, li, muito dinamicamente, o livro “Mister Jesus – 30 anos de uma carreira ímpar”, de Rui Pedro Braz. Como adivinhável, o livro é um hino a Jorge Jesus, atualmente dirigindo/treinando o Flamengo do Rio de Janeiro, com a repercussão que conhecemos.

Para quem aprecia/gosta de Jorge Jesus o livro é um espetáculo.

Para quem é indiferente, a primeira parte lembra alguns momentos interessantes que envolvem outros clubes...

Para quem não aprecia/não gosta de Jorge Jesus, não vai ler o livro, por supuesto.

SINOPSE
Este livro é um retrato fiel da vida profissional de Jorge Jesus. A partir de uma análise rigorosa da sua carreira, vamos entender as razões por trás do seu sucesso, as metodologias que o tornam tão diferente, os traços de personalidade que fazem do Mister um personagem ímpar no mundo do futebol. São 52 clássicos disputados, 124 duelos europeus, 1121 jogos como treinador e inúmeras histórias de vida que traçam um perfil brutalmente honesto e nunca antes visto.

Dos confrontos táticos com treinadores como Ferguson, Simeone, Zidane, Ancelotti, Bénitez ou Deschamps, às estratégias para travar jogadores como Cristiano Ronaldo, Messi, Ronaldinho Gaúcho, Iniesta, Ibrahimovic ou Cavani. Os maiores palcos do futebol mundial não têm segredos para Jorge Jesus, mas para lá chegar teve de começar por baixo, nos campos pelados de clubes com modestas condições.

É um livro de futebol, sim, mas é muito mais do que isso. É a história do menino que viu o seu avô falecer ao seu lado no mais longo jogo da história, mas também do jovem que decidiu ser jogador depois de adormecer com a cara num prato de sopa. É a história do futebolista que foi convidado para ser treinador quando ainda jogava, mas também do treinador que teve uma arma apontada à cabeça num treino. Em suma, é Jorge Jesus na sua essência. Um treinador inimitável, oriundo de um futebol que já não existe e dono de um conhecimento muito à frente do seu tempo.

Conhecedor profundo da carreira de Jorge Jesus, Rui Pedro Braz apresenta-nos nesta obra um trabalho de detalhe, baseado numa investigação e análise rigorosas de 30 anos de carreira do técnico, 52 clássicos disputados em Portugal, 124 duelos internacionais, 1121 jogos como treinador profissional e inúmeras histórias de vida que traçam um perfil brutalmente honesto e nunca antes conhecido. Porque nenhum dos seus sucessos é obra do acaso.

Anteriores:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-