segunda-feira, 29 de julho de 2013

Cansei! (É o que tem a dizer um aposentado do Aerus, de 81 anos)

Paulo Contreiras

Desde o dia em que o Dr. Castagna Maia pediu que pressionássemos, escrevi inúmeros artigos, todos, na minha opinião, contundentes e coerentes com os princípios do Direito e da Justiça. Jamais me passou a idéia de que meus artigos seriam capazes de resolver nossos problemas. Eu os encarava como pequenos tijolinhos para ajudar na reconstrução de nossos direitos.
Hoje, numa análise fria e desapaixonada, cheguei à conclusão que o que tentei e nada é a mesma coisa. Comparando com o joguinho da Batalha Naval, foram tiros n'água. Quando lidamos com pessoas insensíveis e sem preocupação com o direito dos outros, nada do que façamos vai adiantar. A minha opinião sobre o momento atual é a seguinte: Com esse governo não há possibilidade de diálogo. Nossa vitória terá que ser no Pleno do Supremo Tribunal Federal. Neste caso a vitória não será apenas de nossa categoria mas acima de tudo a vitória da Justiça e do Direito. No caso de perdermos, que Deus se apiede deste país.
Por não acreditar em diálogo peço que o meu nome não seja considerado para essa comissão, além do que não teria estômago para sentar à mesa com Luiz I.A. da Silva.
A única coisa que levo deste período é a alma lavada por tudo que disse a esses insensíveis que hoje nos governam infelizmente.
A você, JP, agradeço pela tribuna que nos proporcionou e que com sua experiência de editor, valorizou nossos textos com as imagens que colocava.
Se algum dia eu voltar a escrever alguma coisa tenho a certeza que poderei contar com seu blog.
Abraços e felicidades para todos nós. 
P.S. O pouco caso que o governo demonstrou no que seria o primeiro encontro para o diálogo diz tudo o que podemos esperar.
O último diálogo que tivemos foi muito produtivo: Rendeu o cargo de ministro do Supremo para o Dias Toffoli.
Título e Texto: Paulo Drummond de Macedo Contreiras, 81 anos, aposentado AERUS.

Relacionados:

5 comentários:

  1. Faço das palavras do Paulo, as minhas. Também cansei e que se perdermos no final, que enfiem esse dinheiro no cu.
    Chega de aturar molóides, gente que pensa saber e nada sabe, que pens lutar e entrega a luta a vitória ao inimigo e esse grupo Maia depois do falecido, parece ser assim.
    Porra companheiros, não vou viver muito e sei que preciso ontem o que esperam amanhã. Que tal, em vez de palavras, usar a força, o grito, a baderna dos Vândalos que se feita por idosos iria causar comoção mundial. Mas não, eles esperam justiça de insensíveis e corruptos que sabem melhor que eles, como se defender e NAULAR, SEMPRE, SEMPRE E SEMPRE.
    CANSEI COMO O PAULO E QUERO QUEN SSA LUTA VÁ PRO CARALHO ANTES QUE ELA ME MATE. VOU VIVER DE MIGALHAS SIM, MAS VOU CONTINUA VIVENDO. puta que pariu esse país de brasileiros burros.

    Jorge Machado Curvello
    Ex e sacrificado Cmro Curvello da Cruzeiro e da Varig.

    ResponderExcluir
  2. Comandante Contreiras,
    Aqui é o José Manuel, e tive dois prazeres com o senhor.
    Um , foi ter voado consigo.
    O outro é o de ler os seus textos.
    O terceiro ainda não começou, mas com toda a certeza vai existir. O senhor vai nos dizer, em outro texto, que não cansou, e que vai continuar a mandar os seus " tijolos ", como sempre fez.
    Quando o senhor diz " cansei ", nos tira o combustível que mais precisamos neste momento e como já deve ter notado a nossa crise fez aflorar uma verve literária, que ninguém do nosso grupo sabia que possuía.
    Portanto, aguardamos o seu novo tijolaço e lhe prometo que não vai se arrepender !
    Um abraço
    José Manuel

    ResponderExcluir
  3. Caros Paulo Contreiras e Curvelo, talvez ao longo dos 36 anos que trabalhei na VARIG e por indicação na SATA,tenhamos cruzado nossos caminhos muitíssimas vezes, mas isso não importa o que na realidade queremos apenas que nos é e direito. Por inúmeras vezes participei de Manifestações aqui no Rio e sinceramente vi pouquíssimas pessoas participando, quase sempre as mesmas caras.Nunca tive o receio de chamar de PÁVIDOS e/ou acomodados maioria que ficam em frente de uma televisão esperando uma noticia que fale do AERUS.
    O Sacrifício do Jorge foi quase extremo, mas, graças a DEUS parou em tempo de continuar entre nos.
    Concordo plenamente com toda a indignação de todos e sempre que posso ataco o desgoverno que ai esta escandalosamente fazendo o que quer e nos Cidadãos e Cidadãs impávidos, somos em numero insuficiente para combater tanta corrupção, impunidade, roubalheira e desmazelo dos TRÊS PODERES. O Senhor Redator do Cão que Fuma, sabem de nossa luta para mudar o BRASIL e a qualquer custo continuaremos batalhando, vamos todos nos unir e mostrar que somos capazes de vencer.

    Abraços

    Nelson Schuler
    Aeroviário Aposentado, 75 anos - Brasileiro Indignado

    ResponderExcluir
  4. Faço das palavras do Paulo, as minhas. Também cansei e que se perdermos no final, que enfiem esse dinheiro no cu.
    Chega de aturar molóides, gente que pensa saber e nada sabe, que pensa lutar e entrega a luta e a vitória ao inimigo a esse grupo Maia depois do falecido, parece ser assim.
    Porra, companheiros, não vou viver muito e sei que preciso ontem o que esperam amanhã. Que tal, em vez de palavras, usar a força, o grito, a baderna dos Vândalos que se feita por idosos iria causar comoção mundial. Mas não, eles esperam justiça de insensíveis e corruptos que sabem melhor que eles, como se defender e ANULAR, SEMPRE, SEMPRE E SEMPRE.
    CANSEI COMO O PAULO E QUERO QUE ESSA LUTA VÁ PRO CARALHO ANTES QUE ELA ME MATE. VOU VIVER DE MIGALHAS SIM, MAS VOU CONTINUAR VIVENDO. Puta que pariu esse país de brasileiros burros.
    Jorge Machado Curvello
    Ex e sacrificado Cmro Curvello da Cruzeiro e da Varig.

    ResponderExcluir
  5. Sr.Editor,

    Gostaria em publico pedir minhas desculpas, pelo registro que fiz no meu comentário anterior, quando creditei o valor do Ex-e sacrificado Jorge Machado Curvelo, quando na realidade, quem fez a creve de fome foi o digníssimo JOSÉ MANOEL, que demonstrou muita persistência de coragem.
    É obvio que o também Jorge é um sacrificado como tantos, inclusive eu, meus filhos e minha caçula Edith Schuler que até agora só ve navios passar muito distantes, sem que atraque trazendo soluções para as indenizações trabalhistas, devidas desde 2006.Tanto ao Jorge, como também ao José Manoel e demais sacrificados vamos continuar a luta até o final e esperamos que seja feliz para todos. Mais uma vez desculpam-me todos,

    Nelson Schuler
    Aeroviário Aposentado, 75 anos - Brasileiro Indignado

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-