sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Nosso país está condenado à miséria

Valter Almeida

Que futuro os brasileiros esperam conquistar diante de administração governamental que continua há muitos anos usando os mesmos métodos econômicos e sociais em suas ações mesmo em tempos de crises?

A nossa situação atual responde a essa pergunta. O futuro não é nada promissor já que o governo atual, junto com sua equipe de ministros, está empenhado em aprovar projetos como o da Reforma da Previdência que condenará a esmagadora maioria de trabalhadores, aposentados e pensionistas à total miséria.

Isto fica evidenciado através do valor do nosso salário mínimo, conforme dados do DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), com base em valores da cesta básica.

Matéria publicada por João Pedro Caleiro da revista EXAME que mostra dados reais dos últimos vinte e três anos do nosso salario mínimo que, convenhamos, não cobre nem as nossas necessidades básicas, e que agora com esse governo propondo pagar benefícios abaixo do salario mínimo, não resta dúvida de que o nosso País está condenado à miséria.
Título e Texto: Valter Almeida, 6-1-2017

Em um vídeo, o economista Carlos Eduardo Gonçalves explica quais seriam as consequências práticas se o salário mínimo “necessário” fosse estabelecido por lei:

“O que vai acontecer com a pessoa hoje empregada que ganha um salário baixo? (…) Você acha que elas vão continuar todas empregadas ganhando R$ 3.700 ou elas vão ser mandadas emboras porque a contribuição delas pro produto final da empresa não vale esses R$ 3.700?”.

Veja o vídeo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-