terça-feira, 7 de novembro de 2017

À atenção das redações

Helena Matos

Há anos que isto dura: não se noticia aquilo de que se discorda. Temos reportagens sobre qualquer ajuntamento de dez pessoas e simultaneamente ignoram-se manifestações que reúnem um número considerável de pessoas.




Não interessa se se discorda ou concorda. Estas manifestações aconteceram no passado sábado, mas os jornalistas quase não estiveram lá. 
Título, Imagens e Texto: Helena Matos, Blasfémias, 6-11-2017

Uma vez, quando ainda assistia à TV portuguesa, já lá vão mais de dois anos, vi uma reportagem sobre trabalhadores de uma fábrica em Famalicão: contei 14 pessoas! 
Nas manifestações contra as portagens, instigadas pelo Bloco de Esquerda, contei 10 pessoas!
Era no tempo das 'desgraças quotidianas' do governo de Pedro Passos Coelho.

Um comentário:

  1. Não sei se Helena Matos responderá.
    Porem a DEFENDER A VIDA, TER MENOS FOME, DIMINUIR A POLUIÇÃO MUNDIAL, PROTEGER FLORESTAS, RIOS E MATAS CILIARES, DESPOLUIR OS OCEANOS, PASSA NECESSARIAMENTE PELO CONTROLE MUNDIAL DA NATALIDADE.
    Não são as emissões de carbono, são as destruição de florestas para o agronegócio.
    O aumento da temperatura global passa ao largo.
    Quanto mais gente mais aumento da temperatura global.
    Moro em Porto Alegre, Rio grande do Sul, Brasil em 1975 havia 300 mil veículos na capital. Hoje temos cerca de 1,5 milhões.
    Hoje raramente há um veículo por família.
    Acontece que a politicalha nessa luta pela vida tem medo de tocar na ferida que se torna no câncer da humanidade.
    Os pobres e famintos aumentam na razão de 90 milhões por ano, principalmente na Ásia e na África, e aumenta o número de refugiados, nas Américas e Europa, sem descontar os religiosos fanáticos.
    Houve um brasil próspero de 90 milhões hoje um Brasil quebrado e corrupto de 220 milhões, aumentamos 130 milhões em 40 anos.
    Seremos perto de 400 milhões em 2050.
    Urge controlar a natalidade, isso é proteger a vida.
    Aliás PROTEGER O PLANETA É PROTEGER A VIDA DOS QUE VIRÃO.
    FUI...

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-